Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vasco Cordeiro destaca prioridades para o futuro nas áreas de creche e jardim-de-infância


Vasco Cordeiro destaca “segurança e confiança” como aspetos centrais do projeto do PS/Açores


Comunicado da Conferência de Imprensa do Presidente do Governo Regional dos Açores


Vasco Cordeiro enaltece contributo dos agricultores para o regular abastecimento da Região


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Ser ou não ser…"
2020-09-26
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Bolieiro: de fato preto nunca me comprometo!"
2020-09-26
Lara Martinho Lara Martinho
"Recuperação e Resiliência"
2020-09-26
José Contente José Contente
"Votar PS"
2020-09-24
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Mais manutenção de emprego e menos economia paralela"
2020-09-24
Mariana Matos Mariana Matos
"Juntos"
2020-09-20
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Concertação"
2020-09-19
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"Rentrée: o regresso à rotina - andará sozinho!"

Sónia Nicolau
2020-09-09

 

A cerca de dois meses das eleições a rentrée política deverá ser, forçosamente, sóbria. Não há rotinas para as quais voltar.
A preocupação das pessoas, mesmo perante o gigantesco investimento do Governo nas empresas e nas famílias - que nos permite ter a mais baixa taxa de desemprego do país -, está muito para além das eleições. É uma realidade que se vê e que se ouve no quotidiano.
A campanha tem de ser objetiva e não fatigante. Com mensagens claras, dirigidas às pessoas e com compromissos efetivos.
Os candidatos serão aqueles que nos representarão no parlamento como parte de uma sociedade plural. São elementos essenciais no antes e pós-eleições. Há renovações inexplicáveis e há candidatos eternos no próximo ato eleitoral. Há ainda os apressados na corrida à elegibilidade no parlamento, deixando na rua da amargura a (sua) dignidade. O PSD apressou-se com o congresso da sociedade, e muito bem para sentir o pulso dessa mesma sociedade, mas no fim ficou-se por uma lista de candidatos do aparelho partidário. Bolieiro deixou-se sequestrar por alguns militantes e não teve a força de criar a sua lista de candidatos - como poderá ter a força de liderar uma Região? A dúvida é a se sobraram militantes ou faltaram independentes. Estas incoerências, também, contribuem fortemente para a abstenção.

Estará mais próximo do povo o partido que melhor candidatos apresentar e com propostas que melhorem a vida das pessoas e valorizem os Açores. Criticar por criticar, cria mensagens audíveis, mas sem propostas realizáveis para o futuro dos Açorianos e que em nada fortalece o difícil caminho que temos pela frente. A disponibilidade das pessoas para a mensagem política, hoje e porventura mais do que nunca é escassa e faz-se acompanhar de preocupações e indefinições para o futuro - mesmo face à robusta estratégia para o combate à crise sanitária, que está a ter impacto na economia e nas famílias, liderada por Vasco Cordeiro. Estar próximo das pessoas é ouvir “o Governo tudo está a fazer, não pode fazer mais (…) “. E o povo é sábio.

 

Mais Artigos

Piedade Lalanda Reservo a minha opinião



Francisco César Recuperar Ponta Delgada



Berto Messias Fazer a República



José San-Bento Medo de Debater



João Aguiar Recuperar Ponta Delgada



Francisco César Um País de Incertezas



Piedade Lalanda Sou republicana



Cláudia Cardoso Amnésia



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados