Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Resultados no Turismo são fruto da parceria bem-sucedida entre políticas públicas e a adesão dos empresários, afirma Vasco Cordeiro


Vasco Cordeiro participa em iniciativa online com jovens Açorianos


“Açores Primeiro! Todos Contam” apresenta propostas para o futuro da Região


Eleições de 25 de outubro são oportunidade para os Açorianos darem mais força à Autonomia, afirma Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Ser ou não ser…"
2020-09-26
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Bolieiro: de fato preto nunca me comprometo!"
2020-09-26
Lara Martinho Lara Martinho
"Recuperação e Resiliência"
2020-09-26
José Contente José Contente
"Votar PS"
2020-09-24
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Mais manutenção de emprego e menos economia paralela"
2020-09-24
Mariana Matos Mariana Matos
"Juntos"
2020-09-20
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Concertação"
2020-09-19
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Francisco Coelho

Opinião

"Ser ou não ser…"

Francisco Coelho
2020-09-26

 

… eis o negócio, como li uma vez em cerrada tradução brasileira.
O drama Shakespeariano é de trazer por casa, mas é atual. Ser ou não ser… candidato – obviamente! Ou as desventuras trapalhonas da candidatura pela Terceira dum partido referencial como é o PSD. Não me vou alongar acerca da questão jurídica, que será resolvida em sede própria, e espero que prevaleça o princípio democrático da liberdade de candidatura, e a ventura do meu Partido ter um adversário fofinho…
A questão é de política rasa. Desde logo, não se vislumbra réstea de lógica nem de prudência num ruído politicamente suicida: o candidato Ventura vai debater, neste ínterim, a ilha, ou o facto, por ele criado, de ser uma incerteza? Vai ao debate sobre o círculo da Terceira? Vai-nos brindar com a putativa contaminação do Pico Careca, ou vai tentar auto-justificar-se no labirinto do cabeludo problema que é a sua própria candidatura?...
Mas é claro que qualquer terceirense está careca de saber que a sua candidatura, perlo timing, pelas circunstâncias e, sobretudo, pelas declarações do próprio, está, desde a fonte, perigosamente contaminada. Pois se não é inédito um candidato ocupar um cargo público, ao candidatar-se, tem de justificar, sobretudo se for cabeça de cartaz. Talvez com uma opção pelo Parlamento Açoriano, numa aposta firme num hipotético novo ciclo do seu partido (dou o argumentário de graça…). Ao invés, vir dizer que o lugar não é para assumir, num objetivo e retroativo apoucamento do Parlamento a que já pertenceu, e que, como «star» de Lisboa, só está disponível para a miragem dum muito hipotético governo do seu Partido…. É de gritos. Mesmo não falando no aperto ao seu líder, a que a realidade certamente dispensará a feitura de um Governo já condicionado e com o seu chefe a cumprir recados!
Os Terceirenses ficam assim com a escolha facilitada, e apostarão na certeza, na consistência e na credibilidade!

 

Mais Artigos

Piedade Lalanda Reservo a minha opinião



Francisco César Recuperar Ponta Delgada



Berto Messias Fazer a República



José San-Bento Medo de Debater



João Aguiar Recuperar Ponta Delgada



Francisco César Um País de Incertezas



Piedade Lalanda Sou republicana



Cláudia Cardoso Amnésia



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados