Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vasco Cordeiro anuncia lançamento do concurso público para intervenção na estrada Furnas-Povoação


Vasco Cordeiro eleito por aclamação Primeiro Vice-Presidente do Comité das Regiões


PS/Açores garante simplificação e reforço dos apoios às filarmónicas


Classificação da Igreja do Carmo como imóvel de interesse público é importante contributo para a salvaguarda daquele património


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Precários"
2020-02-15
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Até sempre, Senhora Deputada Zuraida Soares!"
2020-02-15
Lara Martinho Lara Martinho
"VIAGEM DE ESTADO À ÍNDIA"
2020-02-15
José Miguel Toste José Miguel Toste
"Um congresso side-by-side"
2020-02-14
João Vasco Costa João Vasco Costa
"Congresso(s)"
2020-02-12
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Decisões e vitórias"
2020-02-12
José Contente José Contente
"In memoriam"
2020-02-12
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
José Ávila

Opinião

"Os populismos"

José Ávila
2020-01-12

 

O populismo, na sua forma mais dura e pura, anda nas bocas do mundo pelas piores razões, como fica bem patente nas notícias que nos entram pela casa através dos diversos meios de comunicação e outras plataformas digitais, onde se incluem as, também muito faladas, redes sociais.
O conhecimento e o acesso à informação são bens preciosos, para que não restem quaisquer dúvidas, sendo, sobretudo, instrumentos fundamentais de suporte das sociedades democráticas, mesmo existindo certos riscos, nomeadamente nas redes sociais, onde se inclui a divulgação de notícias falsas ou a promoção de populismos exacerbados.
E não se pense que o populismo anda só lá por fora. Anda também por aqui e tem sido uma arma utilizada por alguns sem qualquer pudor.
O fundador do Partido Livre, Rui Tavares, disse, em certo momento, “Os populistas não são o povo. Os populistas escondem-se atrás do povo. Usam o povo, mas não querem saber do povo para nada”.
Muito embora não concorde com o político acima referido em muitas matérias, sobre esta questão, em concreto, subescrevo na integra o seu pensamento.
Num jornal de distribuição nacional, a este mesmo propósito, podia reter-se que ser populista nada tem a ver com a ideologia, muito menos com o facto de ser de esquerda ou de direita, sendo antes um autêntico vazio, preenchido apenas de acordo com as suas necessidades eleitorais.
É neste contexto que, sempre que surge uma brecha que permita a cobertura mediática, há quem se aproveite das fragilidades ou ansiedades de franjas do eleitorado para faturar sem se importar com o que vem a seguir, muito menos se o problema fica, ou não, resolvido.
Nestas coisas da política, o mais fácil é falar e aparecer. Resolver é o que dá trabalho e normalmente não dá visibilidade.
Dou razão ao Rui Tavares: os populistas usam o povo, mas lá no fundo não querem saber do povo.
Graciosa, 09 de janeiro de 2020.

 

Mais Artigos

Mariana Matos "Pessoas Sensíveis"



Francisco César A crítica fácil corrói lucidez



Cláudia Cardoso Cheio como um ovo



Berto Messias Preocupações



João Aguiar Fatos à medida



Mariana Matos Verdes às pontinhas



Francisco César Tempestade Perfeita



José San-Bento Krugman e a Crise



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados