Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vasco Cordeiro fixa meta de dois milhões de euros para o Orçamento Participativo da Região


Desemprego volta a baixar nos Açores e regista a segunda maior descida do país


Vasco Cordeiro anuncia projeto para fazer da Graciosa “ilha modelo” da mobilidade elétrica


Vasco Cordeiro enaltece esforço de 12.500 Açorianos que apostaram no reforço das suas qualificações


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Ódio antigo"
2020-02-22
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Uma saída à Bolieiro…"
2020-02-22
João Vasco Costa João Vasco Costa
"O exemplo?"
2020-02-21
Emanuel Furtado Emanuel Furtado
"O combate à pobreza e à exclusão social"
2020-02-20
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"(EU)tanásia"
2020-02-19
Mónica Rocha Mónica Rocha
"Filarmónicas açorianas honram o passado e melhoram o futuro"
2020-02-18
João Paulo Ávila João Paulo Ávila
"Filarmónicas dos Açores"
2020-02-14
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Francisco Coelho

Opinião

"Anos 10"

Francisco Coelho
2020-01-03

 

No estertor de 2019, decretaram o fim da década. Não vale a pena contrariar: ninguém resiste às curvas do zero…
Em termos nacionais, 2015 veio esclarecer os incréus acerca do nosso sistema semipresidencial, em que o Governo depende do Parlamento. E, na ressaca da feroz obediência à Troika, e para além dela, a esquerda percebeu as responsabilidades que a sua maioria reclamava. A começar por António Costa, na qualidade de líder do partido uterino da esquerda democrática. Quem se tivesse dado ao trabalho de ler a moção global por ele apresentada e sufragada pelo PS, bem como o manifesto eleitoral, não ficou surpreendido.
A direita rasgou as vestes; Cavaco amuou, na impotência de fim de mandato… e Portas percebeu que era tempo de dar tempo ao esquecimento… Aprenderam muitos, 33 anos depois, que sistema de Governo é o nosso. E daí resultou o retomar do cumprimento do Estado Social (agora, pelos vistos, tão amado pelos cristãos-novos dos filhos da Troika…
Dessa Europa que, sem consequências, às vezes reconhece que se enganou na receita. E continua com Brexit, com as derivas políticas da Hungria e da Polónia, reconfortada no conceito de Estado, em termos internos e externos, num tempo em que cinzentos burocratas fazem de políticos. Ao menos, o Tribunal de Justiça Europeu lembrou ao Reino de Espanha, tão apoquentado por francos fantasmas, que a Europa ainda é a vitória da Paz sobre a Guerra e do Direito sobre a força…
Por cá, o PSD-A continua, em circuito fechado, desgastando-se em breve desfile de fugazes líderes pelo “tapis rouge” da açoriana indiferença. A inspiração e as ideias não abundam, e só a originalidade de estilo é poucochinho… Por isso mesmo, a velha moção do novo líder não chega a um arroubo intimista, quedando-se por ser uma espécie de corrimento sentimental de vagas intenções.

 

Mais Artigos

Francisco César O dilema do bom aluno…



José San-Bento A Resposta Tardia



João Aguiar Aonde pára a Piscina?



Mariana Matos À luz das contas



Berto Messias Contrastes



Cláudia Cardoso Tristeza a quanto obrigas



João Aguiar Vencer os novos desafios



Mariana Matos "Pessoas Sensíveis"



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados