Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Governo dos Açores prepara alterações ao Regime Jurídico da Proteção Civil


Reconstrução do Lorenzo em plena “velocidade de cruzeiro” por toda a Região, afirma Vasco Cordeiro


Obra de 1,2 milhões de euros garante melhores condições de segurança e de trabalho no porto de pescas da Madalena, afirma Vasco Cordeiro


Serviço Regional de Saúde com reforço de 95 milhões de euros, anuncia Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

José San-Bento José San-Bento
"Presidente de Menos"
2020-07-06
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Confiar"
2020-07-04
Lara Martinho Lara Martinho
"Orçamento do Estado Suplementar"
2020-07-04
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Azores Parque: um inquérito que se impunha! "
2020-07-04
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Nossa rica Ponta Delgada"
2020-07-04
José Contente José Contente
"O binómio saúde-economia terá de constituir a nossa nova moeda única europeia"
2020-07-03
Vítor Fraga Vítor Fraga
"Em defesa de Ponta Delgada"
2020-07-03
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Lara Martinho

Opinião

"JORDÂNIA"

Lara Martinho
2019-11-23

 

1 - AP NATO - liderei, com o meu colega francês Pillippe Folliot, uma delegação da Assembleia Parlamentar da NATO à Jordânia. O objetivo desta missão foi aprofundar o conhecimento sobre a relação entre a Jordânia e a NATO, bem como os desafios internos e externos que o país enfrenta tendo em conta que está localizado no coração do Médio Oriente. Nos vários encontros que tivemos com o Primeiro-Ministro, o Ministro da Água e a Ministra do Desenvolvimento Social, ou com os Presidentes do Senado e do Parlamento, foi comum a mensagem de que a Jordânia é "um oásis de estabilidade, sempre a tentar criar pontes". Mas também uma mensagem de desapontamento, quer por ser necessário mais apoio internacional, quer por a ajuda internacional prometida ainda não ter chegado, até ao momento apenas receberam 56% da ajuda referente a 2019. Além disso, a Jordânia atravessa um conjunto de desafios, sendo uma das economias mais pequenas do Médio Oriente, está entre as 10 nações mais pobres em água, sendo muito dependente da ajuda internacional. A pressão económica agravou-se com o início da guerra civil na Síria e o consequente fluxo massivo de refugiados. Estão aproximadamente 660 mil refugiados registados pela ONU, no entanto, a Jordânia regista oficialmente 1.4 milhões de refugiados sírios no país, o equivalente a 14% da sua população. Considerando os 2 milhões de refugiados palestinianos que vivem na Jordânia, hoje, cerca de 50% da população tem estatuto de refugiado. Ora, a ajuda internacional apenas cobre cerca de 25% dos custos associados ao acolhimento dos refugiados, pelo que é possível imaginar os imensos problemas socioeconómicos, incluindo aumento da pobreza, desemprego, orçamentos deficitários, e uma grande pressão nos serviços de saúde e educação que este último fluxo criou. No campo de refugiados ZAATARI, que visitámos, apenas a 15 km da fronteira com a Síria, vivem cerca de 77 mil sírios, 48% são crianças. Apesar do grande esforço das 45 Organizações Não Governamentais que ali trabalham, sobre a liderança da ONU, é evidente a dimensão da crise humanitária que se vive e a importância do reforço da ajuda humanitária.
No que concerne, em particular, à relação com a NATO, a Jordânia é considerada um parceiro-chave e um aliado de confiança para a NATO. As relações entre a NATO e a Jordânia intensificaram-se, especialmente, na década de 90, quando os EUA declararam o país como "Major non-NATO ally", aumentando desde aí a cooperação económica e militar. A realidade é que a Jordânia tem um enorme papel na manutenção da paz global no âmbito das missões das Nações Unidas. Devido à sua localização geográfica, a Jordânia teve de acomodar um complexo conjunto de influências regionais e interesses de aliados interconectados e por vezes contraditórios, um exercício difícil, mas que é fundamental que seja apoiado por toda a comunidade internacional, para que a Jordânia possa manter no futuro a sua estabilidade.

2 - CENTRO DE DEFESA DO ATLÂNTICO - continua a dar-se passos para concretizar o Centro de Defesa do Atlântico, o CeDA, que ficará instalado nas Lajes. O objetivo do CeDA é difundir a reflexão, a capacitação e a promoção da segurança no espaço atlântico, e tornar-se um centro de excelência em matérias de capacitação no domínio da defesa. Esta quinta-feira realizou-se o 1º Seminário para apresentar, discutir e divulgar o CeDA. Este evento contou com especialistas, nacionais e estrangeiros, civis e militares, que aprofundaram os requisitos e a missão fundamental deste centro. O Seminário contou com sessões restritas, dedicadas à definição do âmbito da ação do Centro e à situação de segurança no Golfo da Guiné, seguida de uma sessão pública de apresentação do Centro com a presença do Ministro da Defesa Nacional.

3 - COOPERAÇÃO - realizou-se também esta semana, a reunião entre o Presidente Vasco Cordeiro e o Primeiro-Ministro António Costa para preparação do Orçamento do Estado para 2020. Ficou assente que constará do próximo orçamento o apoio relativamente aos danos causados pela passagem do furacão 'Lorenzo' pela Região e um conjunto de projetos e de investimentos do Estado na região, nomeadamente o Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, a Rede de Radares Meteorológicos e o Observatório do Atlântico. Por fim, uma nota de satisfação relativamente a outro assunto que temos acompanhado muito de perto, o agravamento das taxas de exportação de queijo para os EUA, nomeadamente pelo facto da Ministra da Agricultura ter defendido uma solucão concertada ao nível da União Europeia que diminua o impacto desta decisão dos EUA e acima de tudo satisfação pela Comissão Europeia já ter respondido afirmativamente ao apelo português.

Deputada e Vice-Presidente GPPS na Assembleia da República
E-mail lmartinho@ps.parlamento.pt
www.laramartinho.wordpress.com

 

Mais Artigos

José Ávila Quando falta a razão



Francisco César Ao que chegamos!



Berto Messias Baixar o Rating ao "Terrorismo Especulativo"



Alexandre Pascoal Rede de Centros de Interpretação Ambiental, Investimento reprodutivo



João Aguiar Há trinta anos no poder



Berto Messias JS – Geração Activa – Geração de ideias



Francisco César De Mal a Pior



Lúcio Rodrigues ERSARA versus IRAR



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados