Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vasco Cordeiro apresenta balanço dos prejuízos do furacão Lorenzo e anuncia medidas de apoio já aprovadas


Vasco Cordeiro preside à Assembleia-Geral da CRPM com fundos comunitários e coesão na agenda


PS garante que os Açorianos passam a ter liberdade para escolher entre usar gás ou outras fontes de energia


Adesão dos Açorianos faz do Orçamento Participativo uma “história de sucesso”, afirma Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Rescaldo"
2019-10-12
José Miguel Toste José Miguel Toste
"Dire(i)to à política: Auspícios, factos e alguma animação"
2019-10-12
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Os eleitores gostam mesmo da “geringonça”?"
2019-10-11
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"A abstenção espelha uma crise de participação cívica"
2019-10-10
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Missão geral: reerguer, recuperar e reconstruir!"
2019-10-07
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Beijos…"
2019-10-05
Tiago Branco Tiago Branco
"Que diferença!"
2019-10-04
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Francisco Coelho

Opinião

"Rescaldo"

Francisco Coelho
2019-10-12

 

O PS ganhou de forma categórica e inequívoca as eleições nacionais. Lá e cá. Os resultados permitirão governabilidade e estabilidade, a não ser que a esquerda desaprenda o que enformou a última Legislatura.
Três novos partidos alcançaram representação parlamentar. A extrema-direita, à boleia do telelixo, entrou em S. Bento. Tal reclama atenção e combate, numa altura em que crescem fenómenos de ataque ao pluralismo, à liberdade e à coesão social, e crescem as chamadas democracias iliberais, mesmo na União Europeia.
O automatismo da residência dos cartões de cidadão ser transposta para os cadernos eleitorais reconfirma o empolamento dos mesmos e é responsável por uma abstenção técnica significativa. Nada de novo.
Mas os números da abstenção real têm vindo a aumentar e reclamam oposição. Sem pôr em causa o princípio da liberdade de voto - até porque o voto obrigatório só mascararia o "sintoma" --, podem e devem ser adotadas medidas, desde logo ao nível das leis eleitorais, no sentido de facilitar o voto em mobilidade e de se permitir o voto eletrónico, com as necessárias cautelas de pessoalidade e independência. Sem pôr em causa, em arroubos populistas e inconstitucionais, o sistema proporcional e a facilitação da pluralidade parlamentar. No caso dos Açores, os círculos de ilha são uma trave-mestra do sistema, que facilitou e consolidou a legitimidade e reconhecimento da própria Autonomia.
Mas, para além do que as leis promovem ou possibilitam, há mais coisas no céu e na Terra...
Pela educação e pela memória, é preciso ensinar e lembrar as virtudes das liberdades, dos direitos e da justiça social. Que as conquistas não só, por si só, eternas nem irreversíveis; e que a Paz e o Bem-Estar, na sua rotina e monotonia, são bens inestimáveis. E não, não é tarefa para "eles": é obrigação de nós todos!

 

Mais Artigos

Cláudia Cardoso Amnésia



Berto Messias Unidos em nome da Autonomia



João Aguiar Olá bom dia. Olá boa noite.



José San-Bento Embaraço Constitucional



Mariana Matos Apenas e só cumprir os Açores



Berto Messias Negações convenientes



Hélder Silva Hoje assim, amanhã já não



Piedade Lalanda O estado pouco social



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados