Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Boa capacidade de execução tem de ter “expressão prática” nas negociações dos próximos fundos comunitários, afirma Vasco Cordeiro


Presidente do Governo escolhido para candidato do PSE à Presidência do Comité das Regiões


Governo assume compromisso de tudo fazer para que a SATA sirva cada vez melhor os Açores e os Açorianos, afirma Vasco Cordeiro


Isabel Rodrigues defende equilíbrio na condicionalidade ambiental para acesso aos fundos comunitários


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"JORNADAS PARLAMENTARES NOS AÇORES"
2019-12-07
Francisco Coelho Francisco Coelho
"E-moções"
2019-12-07
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Movimento de cidadãos, dizem eles"
2019-12-07
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um Orçamento para 2020 que no papel promete e que a realidade confirmará"
2019-12-04
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Nobres ritos"
2019-12-01
Lara Martinho Lara Martinho
"Pensões"
2019-12-01
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Orçamento 2020: Todos (os que querem) contam!"
2019-12-01
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
André Bradford

Opinião

"Dar Força aos Açores na Europa"

André Bradford
2019-03-18

 

Soa a cliché, eu sei. Mas é justamente esta a mensagem que vos pretendo transmitir hoje. Os desenvolvimentos dos últimos dias deixaram-nos a todos – inclusivamente a mim – atónitos. Acima da disputa partidária, as eleições Europeias têm-nos proporcionado, ao longo das últimas décadas, a possibilidade de estarmos representados no Parlamento Europeu com dois deputados. Desta vez – e ao longo dos próximos 5 anos – não será assim. É meia década, muito tempo para deixarmos os destinos dos Açores, no plano Europeu, nas mãos de outros.
Em boa hora entendeu o Partido Socialista que ambas as Regiões Autónomas do nosso país têm de estar representadas em Bruxelas. Em boa hora salvaguardou o PS uma presença física das nossas ilhas num hemiciclo da maior importância para o desenvolvimento da nossa Terra.
Apelo, pois, a todos os Açorianos, para que, perante umas eleições completamente atípicas na nossa Região, apostem no voto útil e na utilidade do seu voto.
E porquê? Porque a impossibilidade de eleger mais um deputado dos Açores, independentemente das suas convicções e posicionamento ideológico, fragiliza – claramente - a defesa dos interesses dos Açores.
E por isso que, meus caros Açorianos, hoje mais do que nunca, é preciso dar Força aos Açores na Europa.
É preciso mostrar, no próximo dia 26 de Maio, que os Açorianos se sentem e são Europeus por direito próprio. Que os Açorianos querem participar e querem ajudar a construir o nosso futuro coletivo. E para isso teremos, necessariamente, de aumentar a nossa participação eleitoral nas eleições Europeias.
Nas últimas eleições regionais votaram, grosso modo, perto de 45 mil Açorianos. São apenas 20% dos eleitores recenseados. Bem sei que os cadernos eleitorais carecem de atualização mas, mesmo assim, os números são preocupantes.
E devemos estar preocupados. A União Europeia tem sido fundamental para o desenvolvimento de todas as ilhas dos Açores. A Europa tem sido solidária para connosco e defendo que assim deve permanecer, em nome da Coesão Territorial, na defesa da Ultraperiferia e da Convergência.
A questão pode colocar-se se a Europa – ou alguns representantes eleitos por outros - começar a decidir que os Açores, por “não se interessarem” pelos Assuntos Europeus, a ponto de não irem votar nas eleições Europeias, não devem ser merecedores de apoios.
É por isso que, nestas eleições, apesar de tudo o que aconteceu, apelo a que nos unamos e respondamos “Presente!”.
Apelo aos Açorianos para que vão às urnas mostrar que estão interessados, que querem participar, que são tão Europeus quanto um francês, um alemão ou um sueco.
Temos esse direito. Temos esse dever. O dever de sermos senhores e mestres do nosso caminho, de ajudarmos a construir – juntos – o nosso futuro. De reclamar os frutos do nosso trabalho e de alimentar, cada vez mais, a nossa Ambição.
A alternativa é deixar os outros decidirem por nós. E isso não terá, seguramente, um desfecho positivo para a nossa Região. Já alertava Platão.
No próximo dia 26 de Maio é preciso dar Força aos Açores na Europa. Hoje, mais do que nunca. Porque as instituições políticas são o garante da nossa Democracia e, obviamente, da nossa Autonomia.

 

Mais Artigos

Piedade Lalanda Honrar os Açores



Luiz Fagundes Duarte Dar ou não dar Cavaco



Alzira Silva O que está em causa e quem está connosco



Rogério Sousa Alegre



João Aguiar Nas mãos de Alegre



Mariana Matos Cavaco, o “cruzado”



José San-Bento O Acontecimento do Ano



Francisco César Não se pode trocar a Autonomia por uns votos!



<< <

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados