Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Investimento privado na Região demonstra confiança dos empresários na economia, afirma Vasco Cordeiro


Segunda fase do NONAGON avança no primeiro semestre de 2020, anuncia Vasco Cordeiro


Reunião “produtiva” com António Costa no âmbito do relacionamento estável com o Governo da República, afirma Vasco Cordeiro


“Açores Primeiro é um exercício de liberdade, cidadania, responsabilidade e de Autonomia”, afirmou Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

José Contente José Contente
"Plano de 2020"
2019-11-13
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"200 mil votos cabem em 270 segundos?"
2019-11-16
Lara Martinho Lara Martinho
"NOVO AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO"
2019-11-16
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Direito e ocasião"
2019-11-17
Tiago Branco Tiago Branco
"Porto da Horta: Que futuro?"
2019-11-15
Francisco Coelho Francisco Coelho
"A pedido..."
2019-11-09
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Terceira Tech Island: a nossa “Web Summit” em permanência!"
2019-11-09
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Lara Martinho

Opinião

"UMA LEGISLATURA DE CONTINUIDADE"

Lara Martinho
2019-11-02

 

1 -NOVA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA-terminadas as eleições e o apuramento dos resultados, que se traduziram numa grande vitória do Partido Socialista, começo por agradecer a confiança, o empenho e a colaboração que recebi, não só ao longo dos últimos 4 anos, bem como de forma muito expressiva durante o período eleitoral. A todos que contribuíram para esta grande vitória, o meu muito obrigada.
Concluído o processo eleitoral, realizou-se na passada sexta-feira, após verificação de poderes por parte da respetiva Comissão Eventual, da qual fiz parte, a tomada de posse dos 230 deputados eleitos para a Assembleia da República. E como está diferente esta nova Assembleia. O Partido Socialista venceu as eleições, mas passaram a estar representados no Parlamento 10 partidos, o que exigiu um interessante exercício de envolvimento de todos na vida parlamentar. Após os necessários ajustes, iniciámos uma nova legislatura, 4 anos em que o objetivo é fazermos ainda mais e melhor pelos Açores, por Portugal. Paralelamente ao início da sessão legislativa ocorreu a eleição da líder parlamentar, Ana Catarina Mendes, e dos vice-presidentes do Grupo Parlamentar do Partido Socialista. Tenho a honra de ser reconduzida como vice-presidente do GPPS, pelo que agradeço a confiança depositada e tudo farei para continuar a responder às expetativas.
2-NOVO GOVERNO DA REPÚBLICA - no passado sábado, tomou posse o XXII Governo Constitucional. Um Governo que conta com 2 açorianos, o Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos e o Secretário de Estado da Administração Pública, José Couto. Um novo Governo com um novo conjunto de desafios. O nosso Primeiro-Ministro, António Costa, descreveu de forma muito clara o momento em que vivemos: "O País é, felizmente, bem diferente do de há quatro anos e tem hoje condições para fazer ainda mais e melhor. Por isso, a governação é agora ainda mais exigente. "Ficou bem presente que este novo Governo está consciente da exigência acrescida e das responsabilidades reforçadas que tem, tudo isto num quadro internacional muito incerto. Bem presente também ficou que este será um Governo de diálogo e cooperação institucional, aberto à sociedade e próximo dos Portugueses. O PS tem assim uma responsabilidade acrescida de continuar a lutar pela estabilidade da legislatura e pelo diálogo, pelo compromisso, a bem da vida das pessoas. Acima de tudo, este revela-se um Governo de continuidade da mudança iniciada em 2015.

3 - DESAFIOS DO FUTURO - o programa do Governo definiu 4 grandes desafios estratégicos: combater as alterações climáticas, a sustentabilidade demográfica, construir a transição digital e o combate às desigualdades; bem como 4 regras de boa governação: contas certas para convergência com a União Europeia, melhorar a qualidade da democracia, investir na qualidade dos serviços públicos e valorizar as funções de soberania. No que concerne aos Açores, o Programa define como uma das áreas reforçar o papel da autonomia regional. Se no Programa do anterior Governo do PS era referida a "necessidade imperiosa" de reconciliar o país com as autonomias regionais e de "sobretudo, mobilizar as regiões autónomas para um novo patamar de relacionamento", dado o afastamento que existia, hoje, o panorama é muito diferente. Nos últimos 4 anos, conseguimos alcançar uma relação construtiva, cooperante e realizadora entre o Governo da República e os Governos Regionais. Não faltam bons exemplos, sendo o mais recente a comparticipação em 85% dos estragos causados pela passagem do furacão Lorenzo, uma posição muito diferente da assumida pelo Governo PSD/CDS, que em situação idêntica, nos mandou ir à banca. Agora importa, como refere o atual programa, reforçar as autonomias regionais. Importa continuarmos a fazer ainda mais e melhor pelos Açores e para os Açorianos, concretizando o que ainda falta fazer. E, temos a certeza, que com este Governo o caminho de continuidade de reforço das autonomias é não só desejável, como possível.

 

Mais Artigos

Mónica Rocha 1º Leite Biológico Português made in Açores



Hernâni Bettencourt Jerónimo de Sousa e o princípio da renovação



Lara Martinho UMA LEGISLATURA DE CONTINUIDADE



José Contente I D & I



Francisco Coelho Jeitosa…



José Miguel Toste DIRE(I)TO À POLÍTICA - Coincidências autonómicas



Hernâni Bettencourt Lembram-se do “vão à banca”?



Sónia Nicolau Combate destemido às desigualdades



<< < > >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados