Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Presidente do Governo recebeu Ministro do Mar


Centro Interpretativo da Agricultura dá a conhecer setor que afirma a Região no exterior, afirma Vasco Cordeiro


Presidente do Governo anuncia disponibilização de 75 habitações na Ribeira Grande e Vila Franca do Campo


Retoma da atividade do Serviço Regional de Saúde está no “bom caminho”, afirma Presidente do Governo


Artigos de Opinião

José San-Bento José San-Bento
"Vitória Histórica"
2020-08-03
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Mar dos Açores"
2020-08-01
José Contente José Contente
"Mare Nostrum"
2020-07-29
Carlos Silva Carlos Silva
"SATA: sinais encorajadores "
2020-07-29
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Autonomia que faça costume"
2020-07-29
José San-Bento José San-Bento
"Autonomia por Procuração"
2020-07-28
Mariana Matos Mariana Matos
"Contradições?"
2020-07-26
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
José Ávila

Opinião

"Açores sempre em primeiro ou a "dança das cadeiras""

José Ávila
2012-05-31

 

No Dia dos Açores, que se comemorou este ano na Vila da Povoação, o Presidente Carlos César fez um discurso brilhante, como sempre, mas este foi especial, a meu ver, talvez por ser o último desta legislatura e por não ser candidato a Presidente do Governo dos Açores nas próximas eleições de outubro.
É conhecida a sua posição firme em defesa dos Açores e dos Açorianos. Carlos César nunca se coibiu de levantar a voz sempre que esteve em causa a autonomia da região, independentemente da cor política dos inquilinos de S. Bento. Sempre repeliu os ataques dos centralistas que gravitam em todos os partidos políticos e que surgem à luz do dia nos momentos em que podem fazer mossa.
A política de proximidade, configurada no nosso modelo de autonomia, permitiu ao arquipélago desenvolver-se mais rapidamente em áreas fundamentais, como a saúde, a educação e o apoio social, que levavam décadas de atraso em relação ao resto do país.
É certo que foi nos últimos 16 anos que a Região Autónoma dos Açores conheceu um enorme crescimento fruto das opções de investimento estratégico e do reconhecido rigor nas finanças públicas. Daí a convergência com o país e a Europa em indicadores económicos e sociais, que demonstram o acerto nas políticas executadas pelo Partido Socialista. Mas, no seu discurso, Carlos César fez referências às conquistas dos 36 anos, tantos os que tem a autonomia dos Açores, sem nunca esquecer os que o antecederam, demonstrando um enorme sentido de estado.
Por isso, por colocar os Açores sempre em primeiro lugar e também por ser um grande político, no final da sua intervenção, o Presidente do Governo Regional foi longamente aplaudido de pé por quase todos os presentes.
Digo quase todos porque meia dúzia ficou sentada, com os olhos colados ao chão e um envergonhado esboço de aplauso sobre o regaço. Curiosamente são os mesmos que perpetraram uma inexplicável guerra de lugares, com telefonemas em voz exacerbada para a comunicação social pressionando-os para darem atenção a uma situação protocolar que é, no fundo, perfeitamente normal. E logo estes, habituados que estão a empurrar para ficarem mais à frente ou a atropelar todas as regras de ética para terem mais uns minutinhos de antena.
Foi uma tentativa de estragar uma festa de partilha e de união, que é património de todos os Açorianos. Não conseguiram.

 

Mais Artigos

José San-Bento Vitória Histórica



Hernâni Bettencourt Mar dos Açores



José Contente Mare Nostrum



Carlos Silva SATA: sinais encorajadores



Sónia Nicolau Autonomia que faça costume



José San-Bento Autonomia por Procuração



Mariana Matos Contradições?



Francisco Coelho Gorbachev



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados