Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Resultados no Turismo são fruto da parceria bem-sucedida entre políticas públicas e a adesão dos empresários, afirma Vasco Cordeiro


Vasco Cordeiro participa em iniciativa online com jovens Açorianos


“Açores Primeiro! Todos Contam” apresenta propostas para o futuro da Região


Eleições de 25 de outubro são oportunidade para os Açorianos darem mais força à Autonomia, afirma Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Ser ou não ser…"
2020-09-26
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Bolieiro: de fato preto nunca me comprometo!"
2020-09-26
Lara Martinho Lara Martinho
"Recuperação e Resiliência"
2020-09-26
José Contente José Contente
"Votar PS"
2020-09-24
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Mais manutenção de emprego e menos economia paralela"
2020-09-24
Mariana Matos Mariana Matos
"Juntos"
2020-09-20
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Concertação"
2020-09-19
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Cláudia Cardoso

Opinião

"No ventre"

Cláudia Cardoso
2012-02-20

 

Juvenal desce a rua a passo lento. Arrasta a custo a passagem dos dias num corpo disforme. E imagina se pudesse descascar a fachada das casas como se fosse a pele dum fruto. Como se arrancando as paredes se descobrissem as vísceras destes troncos urbanos. Expondo à luz do dia os seus nódulos mais visíveis, e os seus traumas mais profundos. Ao cimo da rua, numa casa de muitas divisões só uma está ocupada. Enrolada num cobertor pardacento espreita a cabeça de uma velha. Encolhida. Dois passos abaixo uma família numerosa almoça envolta numa algazarra surda de risos e bocas cheias. Logo depois, o silêncio da mesa com pouca comida alimenta os olhos do casal envelhecido que deposita poucas esperanças no resto de vida que lhes resta. Há um médico corrupto que não passa recibos na porta em frente. Logo ao lado da adolescente vigorosa que se espanta com a imensidão do seu futuro. Convencida que há-de fazer dele o que bem entender. E Juvenal apressa o passo, curioso. De tanto os conhecer domina a rua, é uma espécie de tutor dos outros, conhecedor atento das suas rotinas, provedor dos seus desalentos. Apressa o passo, curioso de dominar a vida dos outros, já que não tem mão na sua e acelera pelo outro lado, onde a menina de tranças faz tatuagens escuras em peles demasiado brancas. No restaurante em frente, dois homens devolvem a comida. Não comem o mesmo. Os armazéns estão cheios, sem rotação de stock. Os bolsos desanimados dos que nelas entram saem intactos. Há gente plantada em frente ao espelho incrédula com o que vê. Há homens que vagueiam os olhos pelas linhas de um jornal, absortos do mundo. Juvenal enche o seu dia com o recheio da casa dos outros. Faz da vida deles a sua própria. E cambaleia por ali, à procura de si, à procura dum destino melhor, dum final diferente. Como o dos contos de fadas. Mas as paredes do seu corpo não lhe dão margem para mais. Encerram-no em si. Definitivamente.

 

Mais Artigos

Francisco Coelho Ser ou não ser…



Hernâni Bettencourt Bolieiro: de fato preto nunca me comprometo!



Lara Martinho Recuperação e Resiliência



José Contente Votar PS



Sónia Nicolau Mais manutenção de emprego e menos economia paralela



Mariana Matos Juntos



Francisco Coelho Concertação



Lara Martinho Açores na Assembleia



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados