Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Comunicado da Conferência de Imprensa do Presidente do Governo Regional dos Açores


Vasco Cordeiro enaltece contributo dos agricultores para o regular abastecimento da Região


Vasco Cordeiro enaltece esforço das escolas e das famílias no “desafio de pôr de pé” o novo ano escolar


Vasco Cordeiro pede sinal claro de união e de determinação à volta da Autonomia


Artigos de Opinião

Mariana Matos Mariana Matos
"Juntos"
2020-09-20
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Concertação"
2020-09-19
Lara Martinho Lara Martinho
"Açores na Assembleia"
2020-09-19
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Fundos comunitários: uma enorme vitória dos Açores!"
2020-09-19
José Contente José Contente
"O (de)mérito"
2020-09-19
Vítor Fraga Vítor Fraga
"De trapalhada em trapalhada"
2020-09-18
José Contente José Contente
"Prá frente …"
2020-09-16
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
José San-Bento

Opinião

"Maioria positiva"

José San-Bento
2020-09-07

 

A partir de hoje, suspendo a minha coluna de opinião neste prestigiado jornal, pela circunstância de ser candidato às próximas eleições legislativas regionais.
A mês e meio de eleições, é possível registar três fatores que vão determinar o seu desfecho.
A pandemia salientou a liderança de Vasco Cordeiro, melhorou a imagem do Governo e reforçou o PS. Segundo, José Bolieiro e o PSD falharam na sua missão de gerar uma alternativa ao PS. E por último, o falhanço do PSD pode favorecer a dispersão de votos, provavelmente por novas forças políticas.
Muito se passou nos últimos quatro anos da nossa vida coletiva. Porém, são inegáveis as profundas alterações que surgiram desde março. Este período provou a grande vantagem da nossa Autonomia e de termos um Governo Regional.
O Governo enfrentou a pandemia de forma competente, determinada e corajosa. Tal só foi possível porque existiu estabilidade política nos Açores, nomeadamente, a estabilidade conferida pela maioria parlamentar do PS. Alguns desvalorizam esse facto referindo que, nessa altura, os partidos da oposição apoiaram o Governo.
O tempo provou que esse apoio foi momentâneo. A circunstância exigiu esse alinhamento. Os meses passaram. Hoje nos partidos da oposição emergem novos apetites e velhas ambições – recentemente o PSD pediu a demissão de Vasco Cordeiro.
Nos próximos quatro anos os Açores vão ter de reconstruir a sua economia. O desafio será gigantesco. A estabilidade política será crucial. A oposição terá a tentação de retirar dividendos das dificuldades. Sem estabilidade, o Governo perde capacidades e os Açores perdem força. Sem estabilidade o risco de ingovernabilidade é real.
Os próximos quatro anos recomendam uma maioria sólida no Parlamento regional. As vantagens dessa maioria superam largamente quaisquer desvantagens. Sobretudo quando se trata de uma maioria que os açorianos confiam e conhecem bem. Uma maioria positiva, reformista e de diálogo com todos

 

Mais Artigos

Mariana Matos Juntos



Francisco Coelho Concertação



Lara Martinho Açores na Assembleia



Hernâni Bettencourt Fundos comunitários: uma enorme vitória dos Açores!



José Contente O (de)mérito



Vítor Fraga De trapalhada em trapalhada



José Contente Prá frente …



Sónia Nicolau Fortalecer, acelerar e recuperar



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados