Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Novo quartel garante “perspetiva de futuro” ao trabalho dos Bombeiros do Faial, afirma Vasco Cordeiro


Governo dos Açores prepara alterações ao Regime Jurídico da Proteção Civil


Reconstrução do Lorenzo em plena “velocidade de cruzeiro” por toda a Região, afirma Vasco Cordeiro


Serviço Regional de Saúde com reforço de 95 milhões de euros, anuncia Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

José Contente José Contente
"Traços nos tês"
2020-07-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"A revisão orçamental para responder às pessoas"
2020-07-08
José San-Bento José San-Bento
"Presidente de Menos"
2020-07-06
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Confiar"
2020-07-04
Lara Martinho Lara Martinho
"Orçamento do Estado Suplementar"
2020-07-04
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Azores Parque: um inquérito que se impunha! "
2020-07-04
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Nossa rica Ponta Delgada"
2020-07-04
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Francisco César

Opinião

"44 anos a cuidar de nós"

Francisco César
2020-06-02

 

Cem anos depois de terem morrido, só em São Miguel, por gripe espanhola, mais de duas mil pessoas, os Açores voltaram a ser desafiados para conter outra pandemia chegada sem avisar.
Agora, não contou apenas o acréscimo de conhecimento científico e informação internacional para lidarmos melhor com a ameaça que ainda se sente. Contou, sem dúvida, para o êxito que estamos a ter – pese embora a mais de dezena e meia de óbitos que infelizmente não se puderam evitar – a prontidão e a proximidade que o autogoverno proporcionou.
Já assim acontecera quando nestes últimos 44 anos vivemos, ainda que com menor dimensão e efeitos, sismos, tempestades e acidentes que ceifaram vidas e destruíram bens de usos público e privado.
Com autonomia, preparámos o nosso sistema regional de saúde para a emergência; com autonomia ganhámos o apoio dos açorianos para adotar medidas de limitação da mobilidade das pessoas, de encerramento da atividade económica e de serviços públicos não essenciais, contendo os níveis de contaminação e salvaguardando seguimentos mais gravosos; com autonomia adaptámos o nosso sistema de trabalho, de ensino, o nosso sistema de proteção civil; com autonomia empenhámo-nos em prover a subsistência em condições dignas dos afetados pelo infortúnio que nos bateu à porta; com a Autonomia o nosso Parlamento continuou a dar corpo à nossa democracia regional adaptando-se para um modelo online e cumprindo todas as suas funções legislativas, de debate político e de escrutínio à atividade do Governo.
Este foi apenas um tempo de sucesso na gestão da pandemia, mas, sobretudo, de demonstração e de resiliência da nossa Autonomia.
Agora que é o momento de abrir, concertadamente e com precaução, de preparar com premência a Região para a nova realidade de um mundo consternado que certamente mudou, consideravelmente, a nossa Autonomia tem que continuar a servir para inovar e concretizar.
Alcançámos a consciência de que os novos desafios não se ultrapassam com as mesmas receitas do passado. Os desafios são imensos, numa União Europeia que poderá registar uma quebra no PIB entre 8 e 12%, e que está preocupada, disposta a investir mais de 12% do seu PIB, priorizando áreas como a da transformação digital e ecológica, atenta à sua posição nas cadeias globais de fornecimento ou em setores chave, como a saúde, as matérias-primas críticas, infraestruturas e investigação científica. Também, cumulativamente, nós temos os nossos desafios, desde logo o de reforçar, em autonomia, a nossa “autonomia estratégica” seja nessas dimensões, seja nas que nos diferenciarão e qualificarão na nossa inadiável e indispensável abertura ao exterior.
Ou seja, neste Dia dos Açores, com justificada diferença, podemos fazer uma pausa e pensarmos, com boas razões, que graças à Autonomia e independentemente de uma lei da República ou de uma diretiva da União Europeia, podemos cuidar melhor de nós.

 

Mais Artigos

José Contente Traços nos tês



Sónia Nicolau A revisão orçamental para responder às pessoas



José San-Bento Presidente de Menos



Francisco Coelho Confiar



Lara Martinho Orçamento do Estado Suplementar



Hernâni Bettencourt Azores Parque: um inquérito que se impunha!



Sónia Nicolau Nossa rica Ponta Delgada



José Contente O binómio saúde-economia terá de constituir a nossa nova moeda única europeia



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados