Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Governo dos Açores anula concurso para construção de navio e direciona 48,2 milhões de euros para saúde, emprego e economia


Conferência de Imprensa do Presidente do Governo Regional dos Açores


Mensagem do Presidente do Governo Regional dos Açores


Governo dos Açores avança com medidas de apoio aos estudantes Açorianos deslocados


Artigos de Opinião

Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"A ocupação da terra tem muito de opções políticas"
2020-04-08
José Contente José Contente
"Privatizar?"
2020-04-08
Vílson Ponte Gomes Vílson Ponte Gomes
"Ponto de viragem"
2020-04-07
José San-Bento José San-Bento
"Ousadia ou Prudência?"
2020-04-06
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Corsário"
2020-04-04
Lara Martinho Lara Martinho
"ESTADO DE EMERGÊNCIA REFORÇADO"
2020-04-04
José Ávila José Ávila
"A vida em tempos de crise"
2020-04-04
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Hernâni Bettencourt

Opinião

"Orçamento 2020: Todos (os que querem) contam!"

Hernâni Bettencourt
2019-12-01

 

Nesta última semana foi debatido na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores o Plano e o Orçamento Regional para 2020. À hora que escrevemos este texto ainda não tinha havido votação final global dos documentos em análise, mas das intervenções finais dos líderes dos grupos e representações parlamentares já era possível antever, com margem razoável de segurança, o sentido de voto de cada Partido. Margem essa que ficou ainda mais garantida com a intervenção final do Presidente do Governo dos Açores. Num discurso com olhos postos no futuro, onde se regista a humildade de reconhecer o que não correu como se previa, ficou para a posteridade a visão do exercício do poder por parte de Vasco Cordeiro. Sem quaisquer tipos de rodeios ou pruridos, o Presidente fez diversas referências elogiosas ao CDS-PP e ao PCP. Estes Partidos, ao contrário da postura sempre pelo lado negativo e mais fácil, ainda que irresponsável, da crítica pela crítica que norteia o PSD, aceitaram o repto que havia sido lançado para um diálogo profícuo no sentido de serem encontradas soluções para melhorar os documentos propostos pelo Governo. Assim, ficou evidente quem pensa primeiro nos Açores e quem, apesar das responsabilidades que deviam ser inerentes a quem pretende um dia voltar a ser poder, continua a pensar no seu umbigo e interesses específicos. Os Açorianos ficaram, deste modo, mais uma vez a saber que o “ódio” crescente ao Governo por parte do PSD tolda-lhes o que devia ser o foco central de qualquer partido: lutar pela melhoria das condições de vida dos seus concidadãos. Mas, tal como referiu Vasco Cordeiro no seu discurso, esta opção pela omissão e ausência na busca de soluções e resolução de problemas, é totalmente legítima. Tal como é legítima a opção dos partidos que, responsavelmente, dizem presente ao futuro dos Açores. O que já não é legítimo é, acrescentamos nós, pretender que os outros partidos da oposição sigam os errados passos do PSD. Mas ainda bem que as tentativas têm sido, consecutivamente, falhadas. O CDS-PP e o PCP optaram e bem, tal como em anos transatos, em ficar no lado das respostas. Do lado dos Açorianos. E não, como seria até mais cómodo, do lado de quem vota contra, apenas e só pela proposta vir de um Governo suportado pelo PS! Mas este Orçamento não é só sinónimo de diálogo. Este Orçamento responde às Açorianas e Açorianos. Este Orçamento permite que se continue na senda da redução gradual da taxa de desemprego. Este Orçamento permite que se continue a aumentar a população ativa. Este Orçamento permite aumentar os rendimentos e pensões de quem ainda não aufere uma remuneração adequada. Este Orçamento permite aumentar os apoios sociais aos idosos. Este Orçamento permite aumentar os apoios às famílias com crianças e jovens a seu cargo. Este Orçamento permite melhorar o Serviço Regional de Saúde. Este Orçamento permite incentivar o aumento do investimento privado. Este Orçamento permite fomentar uma Região mais sustentável. Este Orçamento, em suma, permite o seguinte: que os Açorianos e Açorianas saibam que podem continuar a contar com o PS na defesa intransigente dos seus legítimos anseios.

 

Mais Artigos

Sónia Nicolau A ocupação da terra tem muito de opções políticas



José Contente Privatizar?



Vílson Ponte Gomes Ponto de viragem



José San-Bento Ousadia ou Prudência?



Francisco Coelho Corsário



Lara Martinho ESTADO DE EMERGÊNCIA REFORÇADO



José Ávila A vida em tempos de crise



Hernâni Bettencourt Mal-entendido?! Em 2011 já era tarde…



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados