Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Governo dos Açores anula concurso para construção de navio e direciona 48,2 milhões de euros para saúde, emprego e economia


Conferência de Imprensa do Presidente do Governo Regional dos Açores


Mensagem do Presidente do Governo Regional dos Açores


Governo dos Açores avança com medidas de apoio aos estudantes Açorianos deslocados


Artigos de Opinião

Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"A ocupação da terra tem muito de opções políticas"
2020-04-08
José Contente José Contente
"Privatizar?"
2020-04-08
Vílson Ponte Gomes Vílson Ponte Gomes
"Ponto de viragem"
2020-04-07
José San-Bento José San-Bento
"Ousadia ou Prudência?"
2020-04-06
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Corsário"
2020-04-04
Lara Martinho Lara Martinho
"ESTADO DE EMERGÊNCIA REFORÇADO"
2020-04-04
José Ávila José Ávila
"A vida em tempos de crise"
2020-04-04
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Lara Martinho

Opinião

"JORDÂNIA"

Lara Martinho
2019-11-23

 

1 - AP NATO - liderei, com o meu colega francês Pillippe Folliot, uma delegação da Assembleia Parlamentar da NATO à Jordânia. O objetivo desta missão foi aprofundar o conhecimento sobre a relação entre a Jordânia e a NATO, bem como os desafios internos e externos que o país enfrenta tendo em conta que está localizado no coração do Médio Oriente. Nos vários encontros que tivemos com o Primeiro-Ministro, o Ministro da Água e a Ministra do Desenvolvimento Social, ou com os Presidentes do Senado e do Parlamento, foi comum a mensagem de que a Jordânia é "um oásis de estabilidade, sempre a tentar criar pontes". Mas também uma mensagem de desapontamento, quer por ser necessário mais apoio internacional, quer por a ajuda internacional prometida ainda não ter chegado, até ao momento apenas receberam 56% da ajuda referente a 2019. Além disso, a Jordânia atravessa um conjunto de desafios, sendo uma das economias mais pequenas do Médio Oriente, está entre as 10 nações mais pobres em água, sendo muito dependente da ajuda internacional. A pressão económica agravou-se com o início da guerra civil na Síria e o consequente fluxo massivo de refugiados. Estão aproximadamente 660 mil refugiados registados pela ONU, no entanto, a Jordânia regista oficialmente 1.4 milhões de refugiados sírios no país, o equivalente a 14% da sua população. Considerando os 2 milhões de refugiados palestinianos que vivem na Jordânia, hoje, cerca de 50% da população tem estatuto de refugiado. Ora, a ajuda internacional apenas cobre cerca de 25% dos custos associados ao acolhimento dos refugiados, pelo que é possível imaginar os imensos problemas socioeconómicos, incluindo aumento da pobreza, desemprego, orçamentos deficitários, e uma grande pressão nos serviços de saúde e educação que este último fluxo criou. No campo de refugiados ZAATARI, que visitámos, apenas a 15 km da fronteira com a Síria, vivem cerca de 77 mil sírios, 48% são crianças. Apesar do grande esforço das 45 Organizações Não Governamentais que ali trabalham, sobre a liderança da ONU, é evidente a dimensão da crise humanitária que se vive e a importância do reforço da ajuda humanitária.
No que concerne, em particular, à relação com a NATO, a Jordânia é considerada um parceiro-chave e um aliado de confiança para a NATO. As relações entre a NATO e a Jordânia intensificaram-se, especialmente, na década de 90, quando os EUA declararam o país como "Major non-NATO ally", aumentando desde aí a cooperação económica e militar. A realidade é que a Jordânia tem um enorme papel na manutenção da paz global no âmbito das missões das Nações Unidas. Devido à sua localização geográfica, a Jordânia teve de acomodar um complexo conjunto de influências regionais e interesses de aliados interconectados e por vezes contraditórios, um exercício difícil, mas que é fundamental que seja apoiado por toda a comunidade internacional, para que a Jordânia possa manter no futuro a sua estabilidade.

2 - CENTRO DE DEFESA DO ATLÂNTICO - continua a dar-se passos para concretizar o Centro de Defesa do Atlântico, o CeDA, que ficará instalado nas Lajes. O objetivo do CeDA é difundir a reflexão, a capacitação e a promoção da segurança no espaço atlântico, e tornar-se um centro de excelência em matérias de capacitação no domínio da defesa. Esta quinta-feira realizou-se o 1º Seminário para apresentar, discutir e divulgar o CeDA. Este evento contou com especialistas, nacionais e estrangeiros, civis e militares, que aprofundaram os requisitos e a missão fundamental deste centro. O Seminário contou com sessões restritas, dedicadas à definição do âmbito da ação do Centro e à situação de segurança no Golfo da Guiné, seguida de uma sessão pública de apresentação do Centro com a presença do Ministro da Defesa Nacional.

3 - COOPERAÇÃO - realizou-se também esta semana, a reunião entre o Presidente Vasco Cordeiro e o Primeiro-Ministro António Costa para preparação do Orçamento do Estado para 2020. Ficou assente que constará do próximo orçamento o apoio relativamente aos danos causados pela passagem do furacão 'Lorenzo' pela Região e um conjunto de projetos e de investimentos do Estado na região, nomeadamente o Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, a Rede de Radares Meteorológicos e o Observatório do Atlântico. Por fim, uma nota de satisfação relativamente a outro assunto que temos acompanhado muito de perto, o agravamento das taxas de exportação de queijo para os EUA, nomeadamente pelo facto da Ministra da Agricultura ter defendido uma solucão concertada ao nível da União Europeia que diminua o impacto desta decisão dos EUA e acima de tudo satisfação pela Comissão Europeia já ter respondido afirmativamente ao apelo português.

Deputada e Vice-Presidente GPPS na Assembleia da República
E-mail lmartinho@ps.parlamento.pt
www.laramartinho.wordpress.com

 

Mais Artigos

Sónia Nicolau A ocupação da terra tem muito de opções políticas



José Contente Privatizar?



Vílson Ponte Gomes Ponto de viragem



José San-Bento Ousadia ou Prudência?



Francisco Coelho Corsário



Lara Martinho ESTADO DE EMERGÊNCIA REFORÇADO



José Ávila A vida em tempos de crise



Hernâni Bettencourt Mal-entendido?! Em 2011 já era tarde…



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados