Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Investimento privado na Região demonstra confiança dos empresários na economia, afirma Vasco Cordeiro


Segunda fase do NONAGON avança no primeiro semestre de 2020, anuncia Vasco Cordeiro


Reunião “produtiva” com António Costa no âmbito do relacionamento estável com o Governo da República, afirma Vasco Cordeiro


“Açores Primeiro é um exercício de liberdade, cidadania, responsabilidade e de Autonomia”, afirmou Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

José Contente José Contente
"Plano de 2020"
2019-11-13
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"200 mil votos cabem em 270 segundos?"
2019-11-16
Lara Martinho Lara Martinho
"NOVO AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO"
2019-11-16
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Direito e ocasião"
2019-11-17
Tiago Branco Tiago Branco
"Porto da Horta: Que futuro?"
2019-11-15
Francisco Coelho Francisco Coelho
"A pedido..."
2019-11-09
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Terceira Tech Island: a nossa “Web Summit” em permanência!"
2019-11-09
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
José Miguel Toste

Opinião

"Dire(i)to à política: Auspícios, factos e alguma animação"

José Miguel Toste
2019-10-12

 

Na reacção aos resultados eleitorais Alexandre Gaudêncio surgiu, estranhamente, alinhado com a narrativa preparada por Rui Rio para reagir ao mau resultado do PSD, no entanto, contrariamente ao líder nacional, que se refugiou no resultado obtido pelo PSD em 1983 (27.24%) o que lhe permitiu responder à questão retórica "É este o pior resultado de sempre do PSD?", com um efusivo não, Gaudêncio, não tinha um ponto de comparação que lhe permitisse utilizar a honrosa técnica de esconder o mau atrás do péssimo, e, à falta de recursos e imaginação, procurou aligeirar a derrota atirando sobre "aqueles que auspiciavam uma derrota histórica do PSD nos Açores", afirmando, sem pudor, que "saiu-lhes o tiro pela culatra".
Desconhecendo os auspiciosos atiradores, que eventualmente serão meros espantalhos de falácia, importa referir, sublinhando o seu acerto, que os resultados eleitorais comprovam, por cálculos e não por adivinhação, uma derrota histórica do PSD/A.
Histórica porque os 30,21%, obtidos pelo PSD nos Açores são o pior resultado de sempre em eleições legislativas nacionais e significam uma perda de 6% do eleitorado, face a 2015.
A este facto, já por si histórico, acresce que em 8 das 9 ilhas, incluído no Pico, o PSD/A registou os seus resultados mínimos (Terceira 31,05%, São Miguel 29,28%, Faial 33,22, Pico 38,38%, São Jorge 26,49%, Graciosa 31,27%, Flores 21,09% e Corvo 0,57%), sendo a única excepção Santa Maria, onde os reduzidos 24,93% alcançados, ainda assim, estão acima dos 21,46%, verificados em 1999.
É também uma derrota histórica se considerarmos que nas 156 freguesias da Região, o PSD/A foi a força política mais votada somente em 35, quando em 2015 o era em 58, e que dos 19 Concelhos, apenas na Madalena o PSD/A continua a ser o partido mais votado, sendo de salientar, pelo seu simbolismo, que inclusive na Ribeira Grande o PSD/A ficou atrás do PS/A.
Por fim, uma derrota histórica por ser, desculpem-me a redundância, a segunda derrota histórica do PSD/A em 2019, pois os 20,65% verificados em maio, nas eleições para o Parlamento Europeu, configuram também o pior resultado registado naquele ato eleitoral.
Perante esta derrota, que só pode ser adjectivada de histórica, as declarações de Alexandre Gaudêncio assemelham-se a uma cena típica dos Looney, não do partido britânico O.M.R.L.P., mas dos Looney Tunes, em que a personagem, normalmente Wile E. Coyote na ânsia de apanhar oRoadRunner (Bic Bic), corre desenfreadamente sobre um penhasco e após o precipício contínua em corrida aparente, até que, alertado, olha para baixo e caí no desfiladeiro, imagem que se coaduna, em pleno, com a menção absurda (mas sincera...) ao trabalho de sapa como sendo a via adequada para alcançar vitórias eleitorais.
Em suma, a tentativa de atirar sobre os oráculos regionais foi um tiro de pólvora seca, ou, na imagética Bic Bic, um tiro em que a bala é uma bandeirinha que diz: "Derrota!". That'sallFolks!

 

Mais Artigos

José Contente Plano de 2020



Hernâni Bettencourt 200 mil votos cabem em 270 segundos?



Lara Martinho NOVO AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO



Francisco Coelho Direito e ocasião



Tiago Branco Porto da Horta: Que futuro?



Francisco Coelho A pedido...



Hernâni Bettencourt Terceira Tech Island: a nossa “Web Summit” em permanência!



Lara Martinho WEB SUMMIT



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados