Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Reforma da Autonomia, Conselho de Concertação e Lei do Mar inscritos no Programa nacional do PS


COMUNICADO


Presidente do Governo destaca “grande sucesso” de operação de financiamento da Região


Seis mil famílias açorianas beneficiaram de apoios à habitação que representam contrato com responsabilidades para ambas as partes, afirma Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Não vivemos numa Região rosa, mas vivemos muito longe do caos"
2019-07-17
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"226 minutos a debater o passado com outubro em mira"
2019-07-15
Lara Martinho Lara Martinho
"A legislatura da confiança"
2019-07-15
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Se precisar, tem a oportunidade de solicitar"
2019-07-12
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Moniz no fato de Bolieiro e o PSD sem alfaiate "
2019-07-06
José Contente José Contente
"Antero sem “is”"
2019-07-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Chãos de Melhoras"
2019-07-10
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Hernâni Bettencourt

Opinião

"10 de Junho: cá e lá"

Hernâni Bettencourt
2019-06-15

 

I - Por cá
Na Vila da Calheta, em São Jorge, assinalou-se mais um Dia dos Açores. Este ano, como sempre, marcado pelos discursos dos titulares dos órgãos próprios da Região Autónoma dos Açores. Do discurso da Senhora Presidente da Assembleia destacamos o arrojo do “mea culpa” público, em nome e representação dos políticos de todos os quadrantes, pelas altíssimas taxas de abstenção que temos vindo a registar nos Açores. Urge, de facto, tomar medidas. Os representantes do Povo que integram a Comissão Eventual para a Reforma da Autonomia (CEVERA) estão, seguramente, mais do que capacitados a levar avante esta missão. Mas, tenhamos sempre presente, que a dificuldade maior estará sempre na concretização do que vier a constar dos documentos legais que estão em fase de consensualização. E aí entramos todos nós. A responsabilidade é de todos. Da sociedade. Como um todo. E aqui chegados, passamos para o discurso do Senhor Presidente do Governo dos Açores. Logo nas reações partidárias que se seguiram, bem como nos diferentes órgãos de comunicação social, percebeu-se que tinha sido dito alguma coisa diferente. Mais uma vez, num Dia dos Açores, o Presidente lançou temas para a discussão pública. Só este facto já seria meritório. Mas foi dito mais. Muito mais. Foram propostas medidas concretas. A reação a estas medidas e, particularmente, ao denominado “contrato de cidadania” atesta, pela adjetivação empregue, que se está a ousar mudar. Qualquer anúncio ou intenção de mudança do “status quo” tem, à cabeça, a reação que esta proposta teve: rejeição liminar. Aguardemos, serenamente, pela concretização da proposta de contrato, pelos seus pressupostos, pela operacionalização, etc… A solução mais fácil seria nada propor. Nada acrescentar. Ou então pedir, sem mais, que os Açorianos mudem de escolha partidária. Essa mudança seria a solução para todos os problemas. Acontece que o eleitorado convence-se com propostas concretas e não com omissões e varinhas mágicas.

II – Por lá
Portalegre foi a cidade escolhia para, em território nacional, celebrar o Dia de Portugal. A sessão solene, não obstante os sempre brilhantes e sumarentos discursos do Senhor Presidente da República, ficou marcada pelo discurso de João Miguel Tavares, na qualidade de presidente da comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. A escolha do colunista do PÚBLICO, por fugir ao padrão habitual, já tinha merecido críticas e levantado alguma polémica e o discurso, como seria expectável, também tem dado azo a idêntico tratamento. As elites, refasteladas nos luxuosos sofás do poder na capital, abominam tudo o que desconhecem. O mundo real é uma dessas coisas. João Miguel Tavares, de quem muitas vezes discordamos, prestou um grande serviço no Dia de Portugal: ser porta voz dos que não conseguem ser ouvidos.

 

Mais Artigos

Sónia Nicolau Não vivemos numa Região rosa, mas vivemos muito longe do caos



Hernâni Bettencourt 226 minutos a debater o passado com outubro em mira



Lara Martinho A legislatura da confiança



Sónia Nicolau Se precisar, tem a oportunidade de solicitar



Hernâni Bettencourt Moniz no fato de Bolieiro e o PSD sem alfaiate



José Contente Antero sem “is”



Lara Martinho Chãos de Melhoras



Francisco Coelho Fanatismo de peluche



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados