Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

“O tempo é de arregaçar as mangas e, mais uma vez, por de pé a Região”, afirma Vasco Cordeiro


Povo dos Açores é o inequívoco vencedor do combate à pandemia, salienta o Presidente do Governo


Governo empenhado em acautelar rendimento e segurança dos trabalhadores açorianos, afirma Vasco Cordeiro


Governo dos Açores aprova novas regras para passageiros que chegam à Região


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Retomar"
2020-05-30
Lara Martinho Lara Martinho
"A Bazuca chegou"
2020-05-30
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Desconfinando"
2020-05-30
Mónica Rocha Mónica Rocha
"Prioridades da Agricultura Açoriana em tempos de pandemia"
2020-05-30
José San-Bento José San-Bento
"Balanço Intercalar"
2020-05-26
José Contente José Contente
"Confiar"
2020-05-27
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Quarentenas"
2020-05-23
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"Cobrar para investir...mas nem sempre foi assim!"

Sónia Nicolau
2019-05-11

 

O Centro de Interpretação Ambiental da Caldeira Velha faturou, no ano de 2018, 1.000.000€.

Este dado foi conhecido na passada sexta-feira, em sede de comissão parlamentar, aquando da audição da Dra. Andreia Porteiro, indigitada para o cargo de presidente do conselho de administração da Azorina. Audição esta, obrigatória, desde a proposta do PS, em 2014, para a criação do Estatuto do Gestor Público Regional.

O Governo Regional chamou a si a gestão deste Centro Ambiental em janeiro de 2018, seis anos após a gestão camarária ribeiragrandense.

Cobrou-se e investiu-se: desde 2018, remodelou-se e valorizou-se aquele que é um património natural com acesso a água férrea quente e de educação ambiental. Construiu-se um parque de estacionamento e desde abril desse ano, os residentes não pagam o acesso aos Centros de Interpretativos, integrados nos nove Parques naturais, que se assumem como uma importante estrutura, com enquadramento legislativo próprio, o que dignifica e valoriza a existente política ambiental.

Numa visita simples se percebe que os turistas e residentes nem sempre dão utilidade ao investimento no parque de estacionamento. São comportamentos culturais a mudar. As condições existem, há que utilizá-las.

Cobrou-se e não se investiu: durante 6 anos a Caldeira Velha esteve sob a gestão da Câmara Municipal da Ribeira Grande, com um exponencial aumento turístico desde 2014, gerando, dessa forma, um brutal aumento de receitas. Quem visitou este espaço atestou, certamente, a ausência de intervenção de manutenção, ou qualquer tentativa de valorização. Quanto faturou a Câmara Municipal de 2014 a 2017 ? Porquê uma opção política de desinvestimento?

Este é um caso onde a descentralização de gestão para o poder local não beneficiou os cidadãos, onde desconhece-se a aplicação das receitas, criando um "saco de recebimentos" sem correspondente investimento no monumento natural e na melhoria das condições para os utilizadores, como exigido pelo contrato inicial de concessão.

 

Mais Artigos

Francisco Coelho Retomar



Lara Martinho A Bazuca chegou



Hernâni Bettencourt Desconfinando



Mónica Rocha Prioridades da Agricultura Açoriana em tempos de pandemia



José San-Bento Balanço Intercalar



José Contente Confiar



Francisco Coelho Quarentenas



Lara Martinho "Apoio particular" para os Açores



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados