Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vasco Cordeiro anuncia novo Programa DOC-PROF para facilitar a jovens doutorados a entrada no mercado de trabalho


Presidente do Governo manifesta pesar aos familiares das vítimas do acidente das Quatro Ribeiras


Vasco Cordeiro anuncia novo projeto “Atelier do Código” que vai chegar a cerca de 15 mil alunos da Região


Indicadores do 1.º trimestre animam para o desafio de reforçar a capacidade da SATA para servir os Açores e os Açorianos


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"JUSTIÇA NOS AÇORES"
2019-05-18
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Abstenção"
2019-05-18
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Querem brincar às comissões de inquérito?"
2019-05-16
Luís Botelho Luís Botelho
"As Europeias, a Europa, a importância dos Açores para o PS"
2019-05-17
Fátima Ferreira Fátima Ferreira
"O 1 DE MAIO E A TRADIÇÃO DA TOURADA À CORDA"
2019-05-16
André Bradford André Bradford
"Representar todas as ilhas"
2019-05-16
José Contente José Contente
"Tecno LOGIAS"
2019-05-15
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Francisco Coelho

Opinião

"Civilidade"

Francisco Coelho
2019-02-23

 

As Democracias são feitas de regras, que resultam dum longo adquirido civilizacional.
Para além da conformação de todos os poderes públicos pelo Direito, garante da limitação, separação e interdependências dos poderes, e sustentáculo das liberdades e direitos fundamentais dos cidadãos - há (havia?) praxes, firmes e aceites, de adequada compatibilização da adversidade de ideias com a civilidade do debate.
O diálogo e relacionamento político e partidário implicam sempre rivalidade, frontalidade e contraditório no espaço institucional, social e mediático. Que devem ser assumidos e exercidos de forma acesa e firme.
Mas a convivência democrática implica respeito pessoal e honestidade intelectual, que se deve traduzir em linguagem digna da função, apesar e sobretudo na controvérsia e no confronto de ideias. Pois quem não suporta o calor do refogado não se deve aproximar da cozinha... e a chamada imunidade parlamentar tem como primacial escopo a garantia da total liberdade de expressão dos representantes do povo, só perversamente podendo servir para acobertar vulgaridade ou insulto cobardes, por se saberem de antemãoimpunes.
O vivo confronto democrático não se pode deixar contaminar pelo primarismo de alguns inesperados novos autores das redes sociais, que vomitam impropérios e palavrões, ornamentados por primários erros de ortografia
E nem sequer o bom jornalismo, ainda que confortado de opinião editorialística, se deve eximir da tentação de recorrer a provérbios de caserna, ou de parcialidades primárias e engajadas.
Porque os dislates, a superficialidade, a análise primária e distorcida da realidade, mesmo que zelotas ou cruamente avençadas - têm sempre perna curta. E assim talvez o "átomovel" arranque a motor...

 

Mais Artigos

Lara Martinho JUSTIÇA NOS AÇORES



Francisco Coelho Abstenção



Sónia Nicolau Querem brincar às comissões de inquérito?



Luís Botelho As Europeias, a Europa, a importância dos Açores para o PS



Fátima Ferreira O 1 DE MAIO E A TRADIÇÃO DA TOURADA À CORDA



André Bradford Representar todas as ilhas



José Contente Tecno LOGIAS



Hernâni Bettencourt Votar é fixe!



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados