Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

GaCS: Vasco Cordeiro presta homenagem à “extraordinária história” dos Açorianos na Califórnia


Vasco Cordeiro anuncia criação do Conselho da Diáspora Açoriana


Presidente do Governo inaugura Instituto Universitário na Califórnia


Vasco Cordeiro defende parceria com as Comunidades para reforçar relação económica com os EUA


Artigos de Opinião

Francisco Coelho Francisco Coelho
"Convenções..."
2019-02-16
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Eleições europeias não são para os outros"
2019-02-13
Lara Martinho Lara Martinho
"MEMÓRIA NACIONAL"
2019-02-10
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Europeias"
2019-02-10
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"Maior justiça na cadeia de valor do leite"
2019-02-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Conclusões antes do início"
2019-02-07
José Contente José Contente
"Silicon Horst"
2019-02-06
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Lara Martinho

Opinião

"HÁ NOVA CPI À CGD"

Lara Martinho
2019-02-02

 

1-COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO À CGD- haverá nova comissão parlamentar de inquérito (CPI) à CGD e é fundamental que esta apure todas as responsabilidades na gestão do banco público. Em junho de 2016, foi constituída a I Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da CGD e à Gestão do Banco. Em julho de 2017, era encerrada por falta de informação que auxiliasseo inquérito em curso. A auditoria realizada pela Ernest &Young, solicitada pelo Governo do PS, foi apenas concluída em julho de 2018. Com acesso a esta auditoria, os partidos políticos com assento na AR concordaram na criação de uma nova CPI à CGD com o fim de: apurar as práticas da gestão da CGD no domínio da concessão e gestão de crédito; apreciar a atuação dos órgãos societários; averiguar as contradições entre declarações proferidas publicamente e avaliar o impacto das práticas de crédito nas necessidades da recapitalização da CGD. Como referiu o nosso líder Parlamentar Carlos César "para nós, é muito importante que o esclarecimento seja feito de forma plena, que se saiba tudo e que todos saibam tudo sobre todos os momentos."


2 - CARNE DE PORCO PARA A CHINA -uma das prioridades deste Governo tem sido a abertura de novos mercados para exportação dos produtos portugueses. Até ao momento, o Governo já abriu mercados para mais de 50 produtos num total superior a 200 produtos e o Ministro da Agricultura sublinhou que está em negociações para a abertura de mais 50 mercados.Esta semana, concretizou-se a primeira exportação de carne de porco portuguesa para a China. As previsões de exportações de carne de porco nacional para a China apontam para 100 milhões de euros este ano, serão cerca de dez mil animais abatidos por semana, e em 2020 deverá atingir 200 milhões de euros.Como afirmou o Ministro Capoulas Santos a exportação para o mercado chinês representa "uma afirmação da internacionalização da agricultura" portuguesa. Outro ponto importante neste processo é o facto de ter ficado acordado quePortugal irá ter um centro de demonstração e degustação dos produtos portugueses, como o vinho, a fruta e também a carne de porco.A conclusão deste centro está prevista até ao final de 2019, a partir daíabre-se uma nova oportunidade ao desenvolvimento e promoção da entrada dos produtos portugueses na China.

3 -VENEZUELA-unem-nos laços de amizade e cooperação, expressos pela comunidade de mais de meio milhão de portugueses e lusodescendentes residentes na Venezuela e de tantos venezuelanos que residem em Portugal.Temos acompanhado com muita preocupação a situação política, económica e social que se vive na Venezuela.Em 2014, as manifestações provocaram centenas de feridos e dezenas de mortos. Desde 2015, a tensão tem vindo a aumentar e a situação a agravar-se, afetando os cidadãos venezuelanos e centenas de membros da comunidade luso-venezuelana.Depois de eleições presidenciais,em maio passado,não reconhecidas como livre e justas pela comunidade internacional, o Presidente da Assembleia Nacional, Juan Gaidó de 35 anos, assumiu na semana passada, no seguimento da uma inequívoca mobilização popular nas ruas, a presidência interina do país até à convocação de novas eleições. A resposta violenta das autoridades aos protestos já vitimou dezenas de pessoas, sendo inaceitável e totalmente condenável o uso da força contra protestos pacíficos.Mais de 60 países, incluindo EUA, Canadá e os grandes da América Latina, Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Peru, Equador reconheceram Guaidó como Presidente. O Parlamento Europeu também reconheceu a Juan Guaidóo estatuto de presidente interino legítimo.Neste contexto de instabilidade, ao qual se acrescenta a grave crise social e económica do país que se arrasta há anos, é fundamental que a resolução do conflito político se faça pela via democrática, num processo pacífico e sem ingerências. Esta é a via à qual a União Europeia e Portugal têm apelado. A Venezuela precisa de uma solução política que permita uma nova etapa no futuro do país, que reponha legitimidade e apazigue a sociedade, que crie condições básicas para que a vida das pessoas possa regressar à normalidade em paz e segurança e por isso apresentámos um voto de solidariedade pela resolução pacífica e democrática da situação na Venezuela.

 

Mais Artigos

Francisco Coelho Convenções...



Sónia Nicolau Eleições europeias não são para os outros



Lara Martinho MEMÓRIA NACIONAL



Francisco Coelho Europeias



Ricardo Serrão Santos Maior justiça na cadeia de valor do leite



Sónia Nicolau Conclusões antes do início



José Contente Silicon Horst



Mónica Rocha APOSTAR NOS JOVENS AGRICULTORES É GARANTIR UM FUTURO PROMISSOR



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados