Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Presidente do Governo anuncia conclusão da certificação para a qualidade alimentar dos matadouros dos Açores


Vasco Cordeiro assinala Dia da Floresta com visita a atividades de sensibilização ambiental


Região deve aproveitar o potencial da Agência Espacial Portuguesa para a criação de emprego qualificado, afirma Vasco Cordeiro


Câmara da Ribeira Grande não devolve impostos à população do concelho


Artigos de Opinião

José Contente José Contente
"Paroquiais"
2019-03-20
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Primeiro a chico-espertice, depois a desconsideração"
2019-03-20
Mónica Rocha Mónica Rocha
"CERTIFICAÇÃO E FLUXOS TURÍSTICOS"
2019-03-20
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Um futebólogo no meio de politólogos"
2019-03-18
André Bradford André Bradford
"Dar Força aos Açores na Europa"
2019-03-18
Lara Martinho Lara Martinho
"ANGOLA, UMA TERRA DE OPORTUNIDADES"
2019-03-17
Fátima Ferreira Fátima Ferreira
"CARNAVAL DE EMOÇÕES"
2019-03-17
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Mónica Rocha

Opinião

"Agricultura açoriana evolui e aposta no futuro"

Mónica Rocha
2018-12-06

 

Há dois anos, eu dizia que a agricultura exigia um olhar neutro e imparcial,diferentes perspetivas e abordagens aos desafios dos nossos agricultores, assim como uma ação e pulso firme no propósito de continuar a desenvolver o setor primário e todo o potencial que este encerra numa Região como os Açores.
É factual que em dois anos, e por muito que custe a alguns reconhecer, tivemos uma evolução notável e transversal a todos os setores. Foram criadas várias soluções, novos instrumentos de ação, planos e estratégias,para firmar o papel das fileiras e estimular um futuro de sucesso para todos aqueles que fazem da terra o seu projeto de vida.
Começando pela fileira da carne, só no último ano, em matéria de abates, aumento do consumo local e exportações, temos uma variação de 11%, 1,9, 19,5 % respetivamente. Importa também referir que o preço do quilo da carne sofreu uma valorização entre 15 a 30 cêntimos.
A fileira do leite merecesempre destaque porque continua a ser um dos principais focos deação e estratégia do Governo Regional dos Açores. Algumas conquistas e estratégias permitiram devolver maior valorização, maisestabilidade emaior previsibilidadeao segmento. Como exemplo, temoso estudo comparativo do valor do leite e a aprovação da candidatura a fundos para promoção dos produtos lácteos no Canadá.No mesmo sentido, o facto deste Governo assumir a necessidade de mediação, apelo e incentivo para a criação de novos produtos por parte da indústria levou ao surgimento de duas candidaturas ao PRORURAL +, que são um bom caminho a seguir.
Gostariatambémde referir o setor da vinha e do vinho, que num curto espaço de tempo dá nota de ser um excelente exemplo de investimento público em prol da Terra, das tradições e do potencial endógeno de cada ilha. Os prémios alcançados, a área recuperada, o valor e a credibilidade deste produto, ultrapassaram barreiras e fronteiras que honram e dignificam a ilha do Pico e os Açores no seu todo.
Também há mais robustez, energia e dinâmicana horticultura, na floricultura, na fruticultura e apicultura, áreas e setores produtivos que permitem reforçar as exportações e contrariar importações no setor primário. Ao registar-se umcrescimento de 25% atesta-se, assim, a capacidade e a necessidade de prosseguir nesta linha de crescimento e progresso.
O Plano e o Orçamento para 2019 continuam a fixar objetivos concretos, projetos e ações a implementar, metas a alcançar, a favor do engrandecimento do capital rural açoriano, refletindo uma orientação clara dos ativos financeiros para uma otimização dos recursos endógenos de cada fileira e para o reforço dos instrumentos e equipamentos que permitem uma diminuição de custos, em especial nas explorações. Pretende também capitalizar o valor dos nossos produtos aocontinuar a investir no setor agroalimentar, aliado ao fundamental incremento do conhecimento científico, da inovação e da tecnologia.
É na soma e na complementaridade de todos estes elementos que temos uma agricultura mais eficaz, mais competitiva, e mais capaz de enfrentar novos desafios e de agarrar novas oportunidades sem perder a sua essência tradicional e regional.
Em suma, falar dos Açores e do nosso projeto de desenvolvimento e coesão socioeconómica é admitir que a agricultura éuma das forças motrizes da nossa economia e da nossa sociedade. E, por isso mesmo, devemos ter a capacidade de acompanhar os tempos e os desafios, de transformá-los em vantagens e mais-valias.
A mensagem é clara, o tom é firme, a motivação é grande e o compromisso é total.O Partido Socialista e o Governo Regional dos Açores pugnarão sempre pela defesa intransigente de mais rendimento, estabilidade e segurança.
Falar do amanhã é querer mais agricultura, mais crescimento, mais e melhor futuro para os nossos homens e mulheres da terra. Neste sentido, queremos mais reconhecimento, mais valorização, aqui e além-fronteiras, da labuta daqueles que, de sol a sol,sem folgas e sem feriados, cultivam o rico solo destas nove ilhas.
A todos, bem hajam.

 

Mais Artigos

José Contente Paroquiais



Sónia Nicolau Primeiro a chico-espertice, depois a desconsideração



Mónica Rocha CERTIFICAÇÃO E FLUXOS TURÍSTICOS



Hernâni Bettencourt Um futebólogo no meio de politólogos



André Bradford Dar Força aos Açores na Europa



Lara Martinho ANGOLA, UMA TERRA DE OPORTUNIDADES



Fátima Ferreira CARNAVAL DE EMOÇÕES



Francisco Coelho Ribeira/Rio



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados