Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Presidente do Governo anuncia programa para formar novas amas


INE confirma estabilidade financeira dos Açores e ainda maior equilíbrio das contas públicas


XVII Congresso: Vasco Cordeiro anuncia várias novas medidas para responder aos desafios que se colocam aos Açorianos


Mineração do mar profundo tem impactos ambientais, afirma Serrão Santos


Artigos de Opinião

José Contente José Contente
"Melan(cólicas)"
2018-09-26
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Notas Parlamentares"
2018-09-26
André Bradford André Bradford
"Pelos Açores, com os Açorianos"
2018-09-21
Lara Martinho Lara Martinho
"O QUE MUDOU DESDE 2015"
2018-09-15
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Servir os Açorianos é apresentar soluções"
2018-09-19
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Uma moção: a quem incomoda? a quem conforta?"
2018-09-14
José Contente José Contente
"Autorreformas"
2018-09-12
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"Uma moção: a quem incomoda? a quem conforta?"

Sónia Nicolau
2018-09-14

 

A moção de Orientação Global que este fim de semana será apresentada, discutida e votada pelos militantes no Congresso do PS/Açores, é uma moção que incomoda os opositores mas, e para o que verdadeiramente importa, conforta os Açorianos.
Incómoda perante aqueles que esperariam um PS/Açores vazio com 22 anos de governação. Incómoda porque estamos na presença de uma Moção com conteúdo e autocrítica.
Conforta porque em toda a moção, a mensagem transversal é a de: melhorar o que necessita de ser melhorado e alterar o que não está bem.
Conforta porque - sem rodeios - são apresentadas nos três pilares propostas para os problemas concretos dos Açorianos e para a (inacabada) afirmação da nossa Autonomia - uma Autonomia de um conjunto, não de uma parte.
Retomo então o artigo da semana passada e passo ao segundo pilar da moção: Reforçar a Coesão!
Foi com o PS que se ergueu a bandeira da Coesão. Criou-se o conceito de “ilhas da Coesão”, com benefícios de diferentes naturezas. Para uma verdadeira coesão, persiste um desafio que atravessa as diferentes ilhas e as diferentes gerações: Desafio Democrático, não obstante ser um fenómeno das sociedades evoluídas, o PS afirma-se com inovação para mitigar este fenómeno, onde a mobilidade de pessoas e mercadorias são peças fundamentais para reforçar a coesão e dar segurança a quem escolheu os Açores para viver. Exigem-se novas formas de combater o desemprego jovem e inovação na relação do emprego público e criação de emprego, muito em particular nas ilhas da Coesão - Corvo, Flores, Graciosa, S. Jorge e Santa Maria.
O terceiro pilar da moção - Qualificar a Democracia - é o sinal do inconformismo do PS/Açores para dar conforto aos Açorianos.
É vital que em política, como em quase tudo na vida, estejamos todos em permanente alerta e disponíveis para permanentemente sermos avaliados. Não em cada ato eleitoral, mas sim todos os dias, a qualquer hora do dia.“… confundir Democracia com resultados eleitorais” e “ … mudar políticas, soluções ou protagonistas, sempre que isso se afigurar ser o melhor para os Açores” são mensagens bem presentes no Servir os Açorianos, na aragem para uma Democracia Participativa e uma Administração Aberta, onde a cultura do serviço público é uma missão e uma exigência para solucionar os problemas dos cidadãos.
Prestar Contas, avaliar o serviço público e garantir que o cidadão acompanhe o percurso do seu processo na administração pública, qualificam a Democracia onde se impõe uma boa governação.
Mais participação e responsabilização dos militantes na vida do PS, inovação na relação do PS com a sociedade, também qualificam a Democracia onde se impõe (ainda) mais abertura dos seus dirigentes.
“Servir os Açorianos”, é uma moção que incomoda aqueles que esperavam uma postura de arrogância e comodismo, como é a triste memória de há 22 anos dos donos de isto tudo, contrapondo com a certeza de quem desde 1996 lançou mãos a todos os instrumentos para confortar os Açorianos com propostas progressistas, reformistas, humanistas e autonomistas.
E assim o PS irá continuar!

 

Mais Artigos

José Contente Melan(cólicas)



Sónia Nicolau Notas Parlamentares



André Bradford Pelos Açores, com os Açorianos



Lara Martinho O QUE MUDOU DESDE 2015



Sónia Nicolau Servir os Açorianos é apresentar soluções



Sónia Nicolau Uma moção: a quem incomoda? a quem conforta?



José Contente Autorreformas



Lara Martinho Terceira com boas notícias



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados