Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

“Autonomia é uma das grandes histórias de sucesso do Portugal democrático”, garante Vasco Cordeiro


Parcerias são a trave-mestra do apoio social prestado aos Açorianos, afirma Vasco Cordeiro


Vasco Cordeiro anuncia cursos de formação no setor turístico em todas as ilhas


PS congratula-se com aprovação de iniciativa sobre a ampliação do aeroporto da Horta


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"QUAL O ESTADO DA NAÇÃO?"
2018-07-14
José Contente José Contente
"Educação parental chegou a 2500 pessoas"
2018-07-18
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"POSEI: Phill Hogan, “um passito para trás”"
2018-07-14
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Negociação não é rendição"
2018-07-11
Lara Martinho Lara Martinho
"DESCONTAMINAÇÃO, UM CAMINHO RECONHECIDO PELA OPOSIÇÃO"
2018-07-07
José Contente José Contente
"Pathos, ethos e logos"
2018-07-06
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Zonas Balneares: entre os 0% e os 100%"
2018-07-03
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"Zonas Balneares: entre os 0% e os 100%"

Sónia Nicolau
2018-07-03

 

Durante o ano as zonas balneares são utilizadas, mas é no verão que o seu uso é mais potenciado. O acesso às nossas zonas balneares tem um custo residual e há casos de custo zero. Há populações alvo, como crianças, jovens e idosos, que os momentos ocupados nas zonas balneares representam menos momentos em casa ou com interesses desviantes, como resposta de lazer e de benefício à saúde.

A Forno da Cal, um bom espaço de lazer, continua com o mesmo horário aquando da sua inauguração. Nem o aumento de turistas ou a alteração dos hábitos de vida dos residentes estimulam as , inadiáveis, mudanças.

A Forno da Cal, espaço balnear, é utilizado sempre que o tempo convida por turistas e residentes: fechada ou aberta; com vigilância ou sem vigilância; com nadador salvador ou sem nadador salvador. Há sempre uma forma de lá chegar. José Bolieiro alega falta de verba para garantir a sua abertura todo o ano. O custo de acesso aos balneários é de 0,40€ sem pagamento de entrada - não será de ponderar o pagamento de entrada aos adultos, com menos de 65 anos, residentes e diferenciado aos turistas?. Na zona litoral de São Roque há um aumento exponencial de construções, sendo maioritariamente de Alojamentos Locais. As taxas camarárias resultantes dessas construções e os (atuais) futuros Impostos Municipais de Imóveis não darão para cobrir essas despesas? e a partilha de responsabilidades municipais na criação de locais de fruição pública?. A Forno da Cal “aumenta” em 0%, mas é um espaço e investimento desperdiçados com períodos curtos de abertura e com nadador salvador nos meses de julho e agosto, configurando uma má gestão estratégica da sua posição.

O tarifário da zona balnear do Pesqueiro está a ser contestado. Um aumento é sempre criticável. Aumentos de 100%(10€ para 20€-outubro a maio- e 15,09€ para 30€-junho a setembro, para acesso aos balneários) e a criação de novas tarifas dão lastro à crítica, mesmo perante a ausência de qualquer aumento nos últimos 9 anos e, no ano de 2017, com custos na ordem dos 94.000€ e receitas de 18.000€. Seria preferível aumentos mais diluídos no tempo?- não podendo esquecer que de 2011 a 2015 foram períodos de crise-; seria preferível cobrar entradas e acesso aos balneários, diferenciados entre residentes e turistas, excluindo crianças e idosos? importa refletir. Porém, o que não pode ser desconsiderado nesta análise global, e que raramente ouvi durante este fim de semana no local, é que a piscina natural do Pesqueiro é a única em Ponta Delgada que está aberta, com vigilância e garantia de segurança por um nadador salvador, todo o ano. O tarifário da piscina natural do Pesqueiro aumenta entre 50% e 100%, sendo um espaço valorizado em Ponta Delgada, potenciando a sua posição de piscina natural dentro da cidade.

Na gestão das zonas balneares há que refletir se os concessionários dos espaços comerciais, bares e restaurantes, “em cima de zonas de praias” não deverão ser corresponsáveis pelos custos da segurança e limpeza das praias?.

Há mudanças que exigem novas abordagens. Há que ter a coragem e determinação de as fazer.







 

Mais Artigos

Lara Martinho QUAL O ESTADO DA NAÇÃO?



José Contente Educação parental chegou a 2500 pessoas



Ricardo Serrão Santos POSEI: Phill Hogan, “um passito para trás”



Sónia Nicolau Negociação não é rendição



Lara Martinho DESCONTAMINAÇÃO, UM CAMINHO RECONHECIDO PELA OPOSIÇÃO



José Contente Pathos, ethos e logos



Sónia Nicolau Zonas Balneares: entre os 0% e os 100%



Lara Martinho O Poder da nossa comunidade nos EUA



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados