Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

“Autonomia é uma das grandes histórias de sucesso do Portugal democrático”, garante Vasco Cordeiro


Parcerias são a trave-mestra do apoio social prestado aos Açorianos, afirma Vasco Cordeiro


Vasco Cordeiro anuncia cursos de formação no setor turístico em todas as ilhas


PS congratula-se com aprovação de iniciativa sobre a ampliação do aeroporto da Horta


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"QUAL O ESTADO DA NAÇÃO?"
2018-07-14
José Contente José Contente
"Educação parental chegou a 2500 pessoas"
2018-07-18
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"POSEI: Phill Hogan, “um passito para trás”"
2018-07-14
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Negociação não é rendição"
2018-07-11
Lara Martinho Lara Martinho
"DESCONTAMINAÇÃO, UM CAMINHO RECONHECIDO PELA OPOSIÇÃO"
2018-07-07
José Contente José Contente
"Pathos, ethos e logos"
2018-07-06
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Zonas Balneares: entre os 0% e os 100%"
2018-07-03
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Dionísio Faria e Maia

Opinião

"O mesmo Paradigma?"

Dionísio Faria e Maia
2018-06-29

 

Certamente que sim, senão vejamos: Todos os sistemas de saúde nacionais ou regionais, devem obedecer a grandes princípios éticos assistenciais, nomeadamente o reconhecimento do acesso aos cuidados de saúde como um direito humano.
As responsabilidades dos sistemas de saúde incluem a prevenção das doenças e o alívio ou minimização das incapacidades, sendo que a cooperação de todos, cuidadores e utentes seja um imperativo para o melhor funcionamento do sistema.
Por isso todos os indivíduos ou grupos de prestadores de cuidados, na condição de providenciarem acesso aos serviços, têm uma contínua responsabilidade de melhorar a sua qualidade.
Há certamente novos paradigmas nos sistemas de saúde associados à evolução civilizacional. O reconhecimento da pessoa quando competente, como o mote de todas as ações e de todas as decisões, é disso um exemplo.
Distanciamo-nos do modelo paternalista clássico e decidimos e atuamos no respeito do princípio da autonomia de podermos decidir sobre o nosso corpo e até sobre a própria vida.
Este paradigma traz responsabilidades acrescidas à equipa de saúde, porque tem que defender a melhor equidade na distribuição dos recursos e o bem maior para o seu doente.
Nos limites desta autonomia, discute-se e questiona-se quase tudo; desde o acesso à procriação medicamente assistida, às barrigas de aluguer, ao aborto, às diretivas antecipadas de vontade e testamento vital, até à eutanásia.
Problemas éticos, jurídicos, morais e porque não até de base religiosa, emergem com estas realidades assistenciais, do posso, logo quero e devo ter; e no extremo, mesmo que para isso se queira despenalizar o que até agora é considerado crime.
Considerando-se os cuidados de saúde como um direito humano; e os cuidados centrados no indivíduo e praticados num contexto de gerar os maiores ganhos possíveis para o indivíduo e sobretudo para as populações, estas responsabilidades devem incluir necessariamente a revisão e proposição de uma nova Lei de Bases da Saúde.
António Arnaut e João Semedo, numa visão preocupada e antecipadora desta necessidade, publicam em 2017 o livro “Salvar o SNS” que no entender dos críticos irá iniciar um dos mais importantes debates da nova democracia.
Mantendo-se o mesmo paradigma, vamos a isso.

 

Mais Artigos

Lara Martinho QUAL O ESTADO DA NAÇÃO?



José Contente Educação parental chegou a 2500 pessoas



Ricardo Serrão Santos POSEI: Phill Hogan, “um passito para trás”



Sónia Nicolau Negociação não é rendição



Lara Martinho DESCONTAMINAÇÃO, UM CAMINHO RECONHECIDO PELA OPOSIÇÃO



José Contente Pathos, ethos e logos



Sónia Nicolau Zonas Balneares: entre os 0% e os 100%



Lara Martinho O Poder da nossa comunidade nos EUA



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados