Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Trabalhadores da COFACO “estarão sempre na primeira linha de defesa do PS”


Vasco Cordeiro anuncia que casas vagas nas Lajes estão disponíveis para projetos que dinamizem economia da Terceira


Ministro garante ao PS que não há abandono das Lajes


Para Serrão Santos "regionalização das medidas técnicas da pesca é passo importante".


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"2018 - A oportunidade de cada um se realizar"
2018-01-13
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Sensibilização em vez de imposição"
2018-01-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Política Externa Portuguesa"
2018-01-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Greve. A palavra de arranque de 2018"
2018-01-03
Lara Martinho Lara Martinho
"Adeus 2017, Bem-Vindo 2018"
2017-12-27
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um ensaio para todos os anos"
2017-12-27
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Sentidos Únicos"
2017-12-22
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"Greve. A palavra de arranque de 2018"

Sónia Nicolau
2018-01-03

 

As greves estão no topo de qualquer pesquisa algorítmica e da vida política e económica. Dizer
que as greves são um direito constitucional é, já, um lugar comum da retórica. Ser comum em nada enaltece o ato de decidir-se pela greve.

Greve 1 – a greve e a crise – de 2000 a 2005, realizaram-se 1126 greves, tendo aderido 229000 trabalhadores; no período de 2011 a 2016, registaram-se 575 greves , com adesão de 257000 trabalhadores. Em período de crise o recurso à figura da greve parece ter sido em menor recurso, mas mais eficaz perante o número de trabalhadores disponíveis a perderem dias de salários.

Greve 2 – a greve e a recuperação de rendimento - em 2017, sem registos oficiais, estaremos na presença de uma centena de greves. O número compara-se aos períodos de 2012 e 2013(pico da crise).
No mês de outubro de 2017, mês do início das negociações do orçamento de Estado, em metade do mês registaram-se greves. Se em 2012 e 2013, os grevistas reclamaram os cortes e os congelamentos da carreira; em 2017, os grevistas reclamaram aumentos e valorização das carreiras.

Greve 3 – a greve e o clima positivo do país- iniciamos 2018 com clima de recuperação e crescimento económico: recuperação de vencimento, aumentos em abonos, rendimento social de inserção, ordenado mínimo, reposicionamento de carreiras e contagem de tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira. Neste clima positivo, há greves marcadas nos diferentes setores, com início amanhã. Em períodos de recuperação e crescimento económico, há uma perceção, e bem, do direito de os trabalhadores serem, também, parte credora desse clima positivo.
Nada mais justo, porque eles foram uma das partes chamadas a pagar a crise.

Greve 4 – a greve de professores - inicio do 2º período. As negociações para a contabilização dos 9 anos de contagem de serviço estão a decorrer, sendo nos Açores de 7 anos – 2 já foram recuperados. Existe um compromisso, não de um diretor ou de um secretário regional, mas sim do Presidente do Governo – sufragado pelos Açorianos - de aplicar nos Açores o negociado a nível nacional ressalvando eventuais adaptações, caso se justifique.

Este artigo será publicado no primeiro dia dos três dias de greve, após a interrupção letiva de natal de professores e alunos– necessária e merecida. Não estando o diálogo esgotado entre o ministério da educação e sindicatos - onde os sindicatos regionais estão representados - o risco da banalização da greve, é o desta perder a sua eficácia perante o poder político e económico e, mais grave, o de fragilizar a classe de professores perante a sociedade.
Respeito o direito à greve. Não percebo esta greve enquanto mãe, professora e política. É inconsequente no tempo e no modo.

 

Mais Artigos

Lara Martinho 2018 - A oportunidade de cada um se realizar



Sónia Nicolau Sensibilização em vez de imposição



Lara Martinho Política Externa Portuguesa



Sónia Nicolau Greve. A palavra de arranque de 2018



Lara Martinho Adeus 2017, Bem-Vindo 2018



Sónia Nicolau Um ensaio para todos os anos



Dionísio Faria e Maia Sentidos Únicos



Ricardo Serrão Santos O ano em que nos despedimos dos Mários



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados