Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Trabalhadores da COFACO “estarão sempre na primeira linha de defesa do PS”


Vasco Cordeiro anuncia que casas vagas nas Lajes estão disponíveis para projetos que dinamizem economia da Terceira


Ministro garante ao PS que não há abandono das Lajes


Para Serrão Santos "regionalização das medidas técnicas da pesca é passo importante".


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"2018 - A oportunidade de cada um se realizar"
2018-01-13
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Sensibilização em vez de imposição"
2018-01-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Política Externa Portuguesa"
2018-01-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Greve. A palavra de arranque de 2018"
2018-01-03
Lara Martinho Lara Martinho
"Adeus 2017, Bem-Vindo 2018"
2017-12-27
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um ensaio para todos os anos"
2017-12-27
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Sentidos Únicos"
2017-12-22
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Mónica Rocha

Opinião

"Que a vontade de cumprir e o prazer de servir sejam o tom e o timbre do futuro"

Mónica Rocha
2017-10-04

 

Segunda-feira, a Terceira acordou com energia renovada, não apenas pelas conquistas de parte a parte, onde se percebe que o povo entregou, mais uma vez e de forma inequívoca, um voto de confiança e de esperança ao Partido Socialista, mas porque dá sempre gosto ver os terceirenses manifestarem a vontade de querer trabalhar em prol do outro e em prol das suas terras.Foi muito importante constatar a vontade de todos os partidos de integrarem os jovens nos desígnios da sua terra, expulsando a ideia de passividade nas gerações mais novas. Foi igualmente interessante verificar que, na constituição das suas listas,cada candidato teve a preocupação de integrar pessoas com provas dadas na comunidade, com presença efetiva nas forças vivas da freguesia ou município, dando voz ao povo, já que se querem políticos e politicas de proximidade e que não se fique pelo papel ou pelos cargos, mas sim pelo trabalho e pela obra que deve servir o cidadão.Aceitar participar num projeto político é, acima de tudo, ter disponibilidade para servir, para entregar o seu tempo e o seu potencial, em prol do desenvolvimento local, da melhoria de vida das nossas gentes... e que isso,nos próximos quatro anos, seja a nota alta, o timbre e o compasso de todos.
De resto, não poderia deixar de congratular o esforço conjunto na transmissão da mensagem,a uma só voz, da necessidade de potenciar em cada um de nós, através do simples ato de votar, uma consciência ativa e uma corresponsabilidade no nosso presente e no nosso futuro. Votar é credenciar aqueles que desejamos ver a defender os nossos interesses, a dar voz aos nossos anseios e vontades legitimadas.É este o rumo e terá de ser, necessariamente, este o caminho. Escudarmo-nos no argumento de descrença face à classe política é desonrar a luta e as conquistas da nossa democracia, mas acima de tudo, e o que mais me preocupa, é alimentar o julgamento fácil e infundado, sustentado em tudo menos factos e sem contraditório possível, levando assim a um marasmo de ofensas e acusações que só descredibilizam e afastam as pessoas, as nossas ilhas, a nossa Região.
Por fim, não poderia deixar de demonstrar agrado pela forma como todos os intervenientes souberam apresentar os seus projetos e as suas posições de forma clara, aberta e democrática, despojados de estratégias ou posturas menos dignificantes para todos nós. Todavia alerto parao facto do trabalho de proximidade e de diálogo constante não terminar no dia das eleições. Sendo assim, devemosfomentar uma mudança de paradigma, procurando inovar e criar novas formas de sentir o povo e a sua voz, gerando momentos de maior partilha reflexão e auscultação das necessidades e das medidas a adotar no presente de cada um e no futuro de todos. De resto, apelo a quem vai gerir que o faça com rigor, transparência, dinamismo, vontade de cumprir e muita responsabilidade, e a quem vai fazer oposição, que o faça de forma assertiva, com valor e sentido de missão, com objetivos de complementaridade e de construção de um projeto comum.
Assim, atodos os que receberam a honra de nos representar, numa posição ou outra, desejo um bom trabalho e que o mesmo seja fortuito, eficaz e que, acima de tudo, seja o reflexo de uma entrega total à sua freguesia, câmara ou ilha.
A todos, um bem-haja.

Deputada PS, ALRAA

 

Mais Artigos

Lara Martinho 2018 - A oportunidade de cada um se realizar



Sónia Nicolau Sensibilização em vez de imposição



Lara Martinho Política Externa Portuguesa



Sónia Nicolau Greve. A palavra de arranque de 2018



Lara Martinho Adeus 2017, Bem-Vindo 2018



Sónia Nicolau Um ensaio para todos os anos



Dionísio Faria e Maia Sentidos Únicos



Ricardo Serrão Santos O ano em que nos despedimos dos Mários



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados