Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

André Bradford defende que os interesses corporativos não se podem sobrepor ao bem-comum


Arranque da aquacultura offshore "abre novos horizontes" para a rentabilidade do Mar, afirma Vasco Cordeiro


Famílias e empresas são a razão de ser do Plano e Orçamento para 2018, afirma Vasco Cordeiro


Orçamento para 2018 marca início de novo ciclo de desenvolvimento nos Açores


Artigos de Opinião

Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Quando o senso comum não é comum"
2017-11-17
Lara Martinho Lara Martinho
"Açores na especialidade"
2017-11-11
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"Estratégia Europeia contra o lixo"
2017-11-10
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Parabéns, Horta!"
2017-11-10
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um paradigma novo a ser construído"
2017-11-08
Lara Martinho Lara Martinho
"PSD desiste de exigir descontaminação aos EUA"
2017-11-06
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Como, logo subsisto?"
2017-11-03
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Dionísio Faria e Maia

Opinião

"Haverá esperança?"

Dionísio Faria e Maia
2017-08-30

 

Diz-se que a esperança é querer que algo de bom aconteça, mesmo que algo de mau possa interferir; e que é nesta forma de querer que o mundo “rola e avança”.
Mas para acontecer é preciso fazer, saber fazer e fazer saber, que é como quem diz; não acontecerá nada se não fizermos algo sabendo fazê-lo e fazendo com que saibam como se faz.
Um gesto, uma ideia, um projeto, devem comportar esta esperança num mundo melhor.
Neste verão, as más notícias quase não nos deixaram espaço para a esperança, mesmo sabendo que o mundo não abranda, todos gostariam que a paz tivesse espaço de sobrevivência e que a vida como o bem mais valioso dos humanos não fosse cobardemente desrespeitada, irracionalmente atingida em todas as idades, raças e credos.
Londres, Madrid, Paris, Nice, Berlim, Barcelona e tantas outas cidades desta Europa que é refúgio, porque esperança numa vida melhor para milhares e milhares de refugiados, que fruto de guerras e calamidades nela esperam construir outro futuro melhor; foram castigadas pela sua tolerância, capacidade de integrar, de respeitar e apoiar sem discriminação.
Não bastava o abandono de milhares e milhares de pessoas por aqueles que com a guerra fazem perder as suas esperanças de viverem em paz e os lançaram para a pobreza extrema. Não bastava o desrespeito pela dignidade humana e a carnificina aos que pela ideologia ou religião não fazem parte dos seguidores de uma doutrina que mesmo sendo a sua, não a interpretam da mesma maneira; agora os ataques perpetrados no mundo e em concreto na Europa; em última análise configuram a continuação da perseguição aos refugidos porque lhes mantêm o medo, desta feita o do estigma e de mais rejeição.
Os europeus já disseram não ao medo em todas as circunstâncias, mas os imigrantes e os refugiados, sempre que quem os acolheu é atingido, sentem este medo e de novo a perda da esperança porque algo de mau interfere neste desiderato. À estratégia do terror associa-se inevitavelmente o medo e a desconfiança, mesmo que o medo, esta reação instintiva de sobrevivência, esteja contido pelo que as forças de segurança nos possam transmitir.
Haverá esperança? Certamente que sim, precisamente porque esta Europa, continente que provavelmente mais guerras sofreu desde a antiguidade e certamente as mais devastadoras; consolidou valores de paz, fraternidade e igualdade que a fazem desejável para um futuro melhor; e a esperança faz parte da consolidação destes valores, porque é um querer alicerçado nestes princípios e fundamentos que emergiram do erro monstruoso que é o terrorismo e a guerra.

 

Mais Artigos

Dionísio Faria e Maia Quando o senso comum não é comum



Lara Martinho Açores na especialidade



Ricardo Serrão Santos Estratégia Europeia contra o lixo



Dionísio Faria e Maia Parabéns, Horta!



Sónia Nicolau Um paradigma novo a ser construído



Lara Martinho PSD desiste de exigir descontaminação aos EUA



Dionísio Faria e Maia Como, logo subsisto?



Sónia Nicolau Uma semana para recordar e registar



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados