Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Trabalhadores da COFACO “estarão sempre na primeira linha de defesa do PS”


Vasco Cordeiro anuncia que casas vagas nas Lajes estão disponíveis para projetos que dinamizem economia da Terceira


Ministro garante ao PS que não há abandono das Lajes


Para Serrão Santos "regionalização das medidas técnicas da pesca é passo importante".


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"2018 - A oportunidade de cada um se realizar"
2018-01-13
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Sensibilização em vez de imposição"
2018-01-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Política Externa Portuguesa"
2018-01-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Greve. A palavra de arranque de 2018"
2018-01-03
Lara Martinho Lara Martinho
"Adeus 2017, Bem-Vindo 2018"
2017-12-27
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um ensaio para todos os anos"
2017-12-27
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Sentidos Únicos"
2017-12-22
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Ricardo Serrão Santos

Opinião

"Atum, uma questão global"

Ricardo Serrão Santos
2017-07-28

 

Nos últimos dias visitei a ilha de São Jorge onde visitei a fábrica de conservas de atum Santa Catarina, na Calheta. Faço estas visitas para estar com as pessoas e contactar com as instituições. Aproveito sempre para falar sobre o trabalho que desenvolvo no Parlamento Europeu.
Antes disso, participei na 14ª Assembleia Parlamentar Conjunta entre os países ACP (África, Caraíbas e Pacífico) e a União Europeia que se realizou em Vanuatu, um pequeno Estado insular no Pacífico. Um tema liga as duas iniciativas: as dificuldades das frotas atuneiras. A açoriana tem registado nos últimos anos uma redução significativa no nível de capturas, facto que tem impacto quer no rendimento da pesca quer industria conserveira. Não sendo a redução de capturas de atum por parte das frotas artesanais um problema exclusivo dos Açores entendi ser de todo o interesse levar a questão àquela reunião. É que os problemas que sentimos neste lado do mundo são também sentidos noutras geografias, sendo que, muito provavelmente, se devem às mesmas causas. A verdade, é que sempre que conseguimos tornar as nossas causas mais abrangentes melhoramos as possibilidades de sucesso. Foi isto que aconteceu no que contende com a utilização excessiva de Dispositivos de Agregação de Pescado flutuantes (FAD) por embarcações de pesca industrial. Ora, estes dispositivos são utilizados aos milhares nos oceanos Pacífico, Índico e Atlântico, havendo a suspeita, com fundamento científico, que esta utilização esteja a inibir as grandes migrações, impedindo, desta forma, que os tunídeos subam tanto em latitude, prejudicando ilhas como as dos Açores. Reconheça-se que as frotas Europeias atualmente já só podem utilizar 500 FAD por dia e por embarcação, quando há uns anos podiam utilizar 1500. Um sucesso regulamentar, mas não suficiente ainda. Assim, na declaração final, que foi adotada pela União Europeia e por 79 Estados, ficou estabelecido que é necessário compreender de forma mais aprofundada os impactos decorrentes da utilização de FADs e, entretanto, limitar mais a sua utilização. O consenso que envolveu todos os Eurodeputados e os deputados dos países da África, Caraíbas e Pacífico é um passo político relevante e significativo. Vem, aliás, na sequência um conjunto de iniciativas que tomei e que alertam para esta questão das quais se destacam, logo em 2014, pouco depois de tomar posse, o envio de uma comunicação à Comissão em que afirmei que estes dispositivos atrasam e alteram a circulação dos cardumes de pescado, e em outubro o envio de uma pergunta à Comissão onde manifestei as preocupações recorrentes da frota de salto e vara dos Açores e da Madeira.
É certo que a limitação da utilização de FADs não vai resolver todas as questões. Porém, a qualidade das nossas conservas de atum e o percurso muito interessantes de valorização das nossas marcas, reconhecida através dos inúmeros prémios, deixa boas perspetivas. Devemos, por isso, continuar a agir nas duas frentes. Na defesa das nossas artes de pesca do atum (salto e vara), que são seletivas também na melhoria da regulamentação das praticas industriais que influenciem os stocks.

 

Mais Artigos

Lara Martinho 2018 - A oportunidade de cada um se realizar



Sónia Nicolau Sensibilização em vez de imposição



Lara Martinho Política Externa Portuguesa



Sónia Nicolau Greve. A palavra de arranque de 2018



Lara Martinho Adeus 2017, Bem-Vindo 2018



Sónia Nicolau Um ensaio para todos os anos



Dionísio Faria e Maia Sentidos Únicos



Ricardo Serrão Santos O ano em que nos despedimos dos Mários



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados