Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Comunicado da Conferência de Imprensa do Presidente do Governo Regional dos Açores


Vasco Cordeiro enaltece contributo dos agricultores para o regular abastecimento da Região


Vasco Cordeiro enaltece esforço das escolas e das famílias no “desafio de pôr de pé” o novo ano escolar


Vasco Cordeiro pede sinal claro de união e de determinação à volta da Autonomia


Artigos de Opinião

Mariana Matos Mariana Matos
"Juntos"
2020-09-20
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Concertação"
2020-09-19
Lara Martinho Lara Martinho
"Açores na Assembleia"
2020-09-19
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Fundos comunitários: uma enorme vitória dos Açores!"
2020-09-19
José Contente José Contente
"O (de)mérito"
2020-09-19
Vítor Fraga Vítor Fraga
"De trapalhada em trapalhada"
2020-09-18
José Contente José Contente
"Prá frente …"
2020-09-16
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Berto Messias

Opinião

"Sentados à espera"

Berto Messias
2011-02-21

 

Num sistema democrático, a responsabilidade política deve ser idêntica entre o partido que suporta o Governo e o maior partido da oposição, ainda para mais quando este último se intitula como alternativa de poder.

Para que este auto-estatuto de alternativa ao poder seja de facto uma realidade, um partido na oposição deve apresentar, atempadamente, um projecto concreto de desenvolvimento e de governação, que lhe permita recolher apoios da sociedade.

Esta mecânica política é ainda mais importante na actualidade, quando se sabe que a classe política é responsabilizada, muitas vezes bem, pela actual situação do país, uma vez que não conseguiu dar a resposta aos problemas dos portugueses e continua envolta nas imposições dos especuladores financeiros e dos mercados internacionais, agiotas sem rosto grandes culpados da situação internacional actual.

É por isso, cada vez mais, necessário regressar à política pura, que tem o objectivo central de resolver os problemas dos cidadãos. Não existe, actualmente, margem para outro comportamento por parte dos partidos políticos.

É mesmo esta necessidade que o PSD/Açores parece não compreender, porque dá uma preferência clara à sua estratégia partidária do que em apresentar soluções concretas e eficazes para fazer face ao actual momento mais difícil que se vive na nossa Região.

O PSD/Açores de Berta Cabral prefere, como a própria anunciou, guardar as propostas que supostamente tem sobre o desemprego para as vésperas de eleições, em vez de as apresentar aos açorianos. Este comportamento político é, em primeiro lugar, o mais claro desrespeito que o PSD/Açores pode ter com os desempregados açorianos e contradiz, pela própria líder, toda a sua alegada preocupação com esta franja da sociedade açoriana.

Para que não restem dúvidas, foi a líder do PSD/Açores que fez questão de anunciar, recentemente, que as propostas concretas do partido “vão ser orientadas para o programa eleitoral do partido às eleições de 2012”.

É o expoente máximo do oportunismo partidário e eleitoralista em detrimento do papel responsável que o maior partido da oposição deve ter como entidade proponente e em respeito pela responsabilidade que os açorianos lhe depositaram nas últimas eleições.

O PSD/Açores sempre tão lesto a criticar todas as medidas apresentadas pelo Governo e pelo PS/Açores para responder aos efeitos mais nefastos desta crise, que tem no desemprego a face mais visível, pura e simplesmente, demite-se de ter qualquer papel activo e fica, passivamente, à espera dos votos dos açorianos em Outubro de 2012.

Este PSD/Açores pode, legitimamente, não concordar com uma única medida implementada pelo Governo Regional, mas isso só implica um reforço da necessidade de apresentar soluções alternativas para a crise.

É, assim, um PSD/Açores que diz que o PS/Açores tem problemas internos para resolver, mas que, na verdade, não consegue resolver o seu maior problema de todos: o que quer para os Açores.

Esperava-se mais do maior partido da oposição dos Açores. Opta por criticar quem trabalha e decide não trabalhar para criticar.

 

Mais Artigos

Mariana Matos Juntos



Francisco Coelho Concertação



Lara Martinho Açores na Assembleia



Hernâni Bettencourt Fundos comunitários: uma enorme vitória dos Açores!



José Contente O (de)mérito



Vítor Fraga De trapalhada em trapalhada



José Contente Prá frente …



Sónia Nicolau Fortalecer, acelerar e recuperar



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados