www.psacores.org


Partido Socialista é o motor da mudança nos Açores neste novo cenário económico

"Os Açores hoje afiguram-se muito diferentes do que estavam há três anos, estão diferentes e têm tido uma evolução muito positiva. Isto é uma nova realidade que nos obriga a posicionar o PS na liderança do movimento de mudança de políticas adequadas a este novo contexto económico e social", afirmou Francisco César, esta sexta-feira depois da audiência com o presidente do Governo dos Açores sobre o Plano e Orçamento de 2020.


"Temos a maior população empregada de sempre, temos o número mais baixo de beneficiários do RSI desde 2011, temos todos os setores de atividade com crescimento assinaláveis, nomeadamente no turismo, onde os proveitos, até ao mês que passou, subiram mais de 10%", acrescentou o membro do Secretariado Regional do PS/Açores.


Mediante este novo cenário, em termos de prioridades para o Plano de investimentos neste ano de conclusão de legislatura , Francisco César adiantou que é preciso "aproveitar o crescimento económico que temos e orienta-lo para que possa ser melhor redistribuído e possa ser mais abrangente junto da nossa população". Também no emprego, apesar do dos números serem positivos, defendeu que é preciso "trabalhar e ter como prioridade a criação de emprego e de fomento da atividade económica".


Na área da saúde, "temos hoje um bom Serviço Regional de Saúde mas precisa ainda de ser melhorado ao nível da sua acessibilidade e dos cuidados prestados".


Para 2020, Francisco César referiu também a importância do Orçamento responder às políticas de acesso à habitação, não apenas para os mais carenciados mas também para a classe média, que também é afetada pela pressão resultante do crescimento do turismo.


"Outra das prioridades que também temos está relacionado com a questão das acessibilidades aéreas porque hoje temos muitos mais Açorianos a viajar entre ilhas e para o continente, temos mais turistas a viajar na nossa Região, o que provoca, naturalmente, constrangimentos a nível da acessibilidade e mobilidade dos Açorianos - e portanto este orçamento também deve garantir a melhoria da acessibilidade".


Ainda sobre o Plano e Orçamento do próximo ano, Francisco César referiu que o Investimento Público "deve ser orientado" para "a competitividade e modernização da nossa agricultura", para "a redistribuição dos proveitos da atividade turística" e para "aumentar a valorização daquilo que são as nossas pescarias". 

2019-09-06 18:24:53 PS AÇORES - WWW.PSACORES.ORG