www.psacores.org


Cooperação é essencial para termos Mais Açores e Mais Portugal

“As políticas sociais de apoio aos menos favorecidos, como forma de contribuir para uma maior coesão e justiça social, fazem parte do ADN do Partido Socialista”, sublinhou este sábado a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas do próximo dia 06 de outubro.


Isabel Almeida Rodrigues, acompanhada pelas candidatas Lara Martinho e Sofia Lima, falava após ter reunido com a União Regional das Instituições Particulares de Solidariedade Social dos Açores, na ilha Terceira.


Para além de ser o principal responsável por conquistas históricas como o Serviço Nacional de Saúde e a criação do Estado Social, o Partido Socialista demonstrou, ao longo dos últimos quatro anos, ser possível conciliar políticas ativas de solidariedade social, com crescimento económico, recuperação de rendimentos e contas públicas equilibradas e sustentáveis.


“Depois de um ciclo muito penoso de austeridade, em que os portugueses foram punidos por políticas muito gravosas, em que milhares de famílias foram deixadas à sua sorte, foi possível com o PS, nestes últimos quatro anos, inverter a trajetória e reduzir em mais de 380 mil o número de pessoas em privação material severa”, referiu a candidata do PS/Açores.


Este percurso de recuperação e de retoma da confiança num Portugal melhor, permitiu também  o aumento anual das pensões de reforma, das prestações sociais e do abono de família, além de ter sido ainda possível avançar com a proibição das penhoras de casa de morada de família pelo fisco e a suspensão do despejo dos inquilinos idosos ou com deficiência. Ainda durante esta última legislatura, e fruto da governação do PS, foram aumentados os apoios sociais a cerca de 8.400 açorianos com uma majoração de 2% nos apoios referentes à proteção social na maternidade, paternidade e adoção.


“Hoje, colocam-se ainda muitos desafios, que passam por adaptar a segurança social aos desafios do envelhecimento, por promover uma cidadania sénior ativa e empenhada, garantir a qualidade de vida na terceira idade, e a criação de uma estratégia nacional de combate à solidão”, referiu a candidata.


Neste desafio de construção de uma sociedade com mais igualdade de oportunidades, mais coesa e justa, Isabel Almeida Rodrigues realçou o trabalho desenvolvido em parceria com as Instituições Particulares de Solidariedade Social: “as IPSS são aliadas indispensáveis no desenvolvimento de políticas ativas de proteção e salvaguarda dos nossos cidadãos idosos, mas também na área da proteção da infância e da juventude. O trabalho desenvolvido por estas instituições é decisivo e fundamental e merece o reconhecimento de todos”.


Para além do muito que já foi feito e do que ainda há para fazer, Isabel Almeida Rodrigues considera ainda que “face à dimensão dos desafios que se colocam, a cooperação entre Governo Regional e a República é decisiva conforme estes últimos anos demonstram, para termos Mais Açores e Mais Portugal”, referiu a candidata do PS/Açores às eleições Legislativas de 06 de outubro.

2019-08-03 12:49:21 PS AÇORES - WWW.PSACORES.ORG