Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contactos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Investimento privado na Região demonstra confiança dos empresários na economia, afirma Vasco Cordeiro


Segunda fase do NONAGON avança no primeiro semestre de 2020, anuncia Vasco Cordeiro


Reunião “produtiva” com António Costa no âmbito do relacionamento estável com o Governo da República, afirma Vasco Cordeiro


“Açores Primeiro é um exercício de liberdade, cidadania, responsabilidade e de Autonomia”, afirmou Vasco Cordeiro


Artigos de Opinião

José Contente José Contente
"Plano de 2020"
2019-11-13
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"200 mil votos cabem em 270 segundos?"
2019-11-16
Lara Martinho Lara Martinho
"NOVO AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO"
2019-11-16
Francisco Coelho Francisco Coelho
"Direito e ocasião"
2019-11-17
Tiago Branco Tiago Branco
"Porto da Horta: Que futuro?"
2019-11-15
Francisco Coelho Francisco Coelho
"A pedido..."
2019-11-09
Hernâni Bettencourt Hernâni Bettencourt
"Terceira Tech Island: a nossa “Web Summit” em permanência!"
2019-11-09
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
Deputado do PS/A indicado para coordenar Comissão d...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
Entra hoje em vigor lei que facilita acesso dos Açor...

PS desafia PSD/Faial a clarificar o que defende para o Porto da Horta

PS Açores - PS desafia PSD/Faial a clarificar o que defende para o Porto da Horta

O Secretariado da ilha do Faial do Partido Socialista acusou, esta quarta-feira, o PSD/Faial de estar mais preocupado em atacar o PS e o Governo do que em clarificar o que realmente defende para o Porto da Horta.


Em todo este processo, é, para o PS/Faial, inegável a postura de total abertura da Portos dos Açores e do Governo Regional para analisar e discutir as melhores soluções para o Porto da Horta, materializada em dezenas de diligências e reuniões levadas a cabo com toda a comunidade portuária e com a sociedade civil, no sentido de ouvir as preocupações e esclarecer o que houver para esclarecer.


Foi, igualmente, sempre afirmado, desde a primeira hora, quer pelo PS quer pelo Governo Regional, que a concretização da 2.ª fase do projeto de requalificação do Porto da Horta está dependente do resultado de um estudo de impacte ambiental que analisará, entre outras variáveis, a eventual eutrofização do saco do Porto, bem como de outros estudos técnicos relevantes para qualquer decisão sobre o projeto.


Recorde-se que o projeto da 2.ª fase das obras do Porto da Horta está subjacente a mais de uma dezena de estudos técnicos já realizados e em curso, inclusive, pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), que realizou um estudo em modelo reduzido aquando da construção do molhe norte do Porto da Horta. Sobre este estudo em concreto, na ocasião e ainda muito recentemente, o PSD/Faial para sustentar o seu ataque político ao Governo e ao PS dizia que o Terminal Norte testado no LNEC tinha outra configuração que não aquela que existe atualmente, o que se veio a confirmar que mentia aos faialenses quando afirmava tal coisa. Basta consultar esse estudo para comprovar isso mesmo.


O PSD/Faial afirma agora, demagogicamente, que se avance com as obras em terra como se, em parte, uma coisa não implicasse com a outra e como se fosse possível fazer tudo em terra sem concretizar nada no mar.


Importa aqui referir que algumas das obras em terra já estão a avançar e não dependem do investimento em análise, como é o caso da construção do novo edifício destinado às atividades marítimo-turísticas e do novo Entreposto Frigorífico, que já se encontram em fase de análise de propostas e avançarão independentemente do resto. Mas no que se refere à criação de condições para a invernagem e reparação de embarcações, do reordenamento da Praça Manuel de Arriaga e do Clube Naval da Horta, eles estão intrinsecamente relacionadas com a construção de um terrapleno na zona do plano inclinado do cais comercial - que permitirá retirar as embarcações estacionadas na Praça Manuel de Arriaga -previsto neste projeto da 2.ª fase das obras do Porto da Horta e dependente do mesmo, pelo que o PS/Faial lamenta profundamente que o PSD/Faial esteja empenhado na promoção do não esclarecimento junto dos faialenses, com objetivos puramente eleitorais. 


Ora vejamos:


- Este PSD/Faial, e os seus deputados, são os mesmos que, há um ano atrás, visitaram o Porto da Horta para dizer que era urgente ampliar a marina, criar infraestruturas para reparação e manutenção naval e melhorar as condições do núcleo de pescas, mas agora vêm sugerir que estas obras podem ficar para segundo plano.


- São os mesmos que afirmam não ter conhecimentos técnicos para avaliar obras marítimas mas, simultaneamente, já se afirmam contra a obra.


- São os mesmos que pedem mais estudos, ao mesmo tempo que perguntam quando é que a obra terá início, mesmo sem antes saberem o resultado dos estudos que pedem.


No fundo, o que cada vez menos se sabe é o que é que o PSD/Faial defende para o Porto da Horta, porque o seu objetivo é claro: impedir o Governo e o PS de concretizarem os investimentos necessários no Porto da Horta para, mais tarde, os acusar de não terem feito nada e essa é uma postura que em nada serve o Porto da Horta nem o desenvolvimento económico do Faial.


Para o PS/Faial, este é um investimento fundamental para esta ilha, para criar emprego, fixar jovens e gerar economia e que deve avançar assim que validado tecnicamente, tal como sempre afirmou, porque ninguém mais que o Partido Socialista quer o melhor para o Porto da Horta e é para isso que trabalha e trabalhará sempre, construindo soluções para atingir esses objetivos.

2019-11-07 11:01:50, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados