Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Trabalhadores da COFACO “estarão sempre na primeira linha de defesa do PS”


Vasco Cordeiro anuncia que casas vagas nas Lajes estão disponíveis para projetos que dinamizem economia da Terceira


Ministro garante ao PS que não há abandono das Lajes


Para Serrão Santos "regionalização das medidas técnicas da pesca é passo importante".


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"2018 - A oportunidade de cada um se realizar"
2018-01-13
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Sensibilização em vez de imposição"
2018-01-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Política Externa Portuguesa"
2018-01-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Greve. A palavra de arranque de 2018"
2018-01-03
Lara Martinho Lara Martinho
"Adeus 2017, Bem-Vindo 2018"
2017-12-27
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um ensaio para todos os anos"
2017-12-27
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Sentidos Únicos"
2017-12-22
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
Estratégia de combate à pobreza demonstra atenção qu...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
​PS recomenda ao Presidente da Câmara de Ponta...

Situação dos trabalhadores da COFACO exige da empresa postura de transparência e esclarecimento, afirma Vasco Cordeiro

PS Açores - Situação dos trabalhadores da COFACO exige da empresa postura de transparência e esclarecimento, afirma Vasco Cordeiro

O Presidente do Governo garantiu hoje que o Executivo tem acompanhado “muito de perto e com muita atenção” a situação dos trabalhadores da COFACO na ilha do Pico, mas alertou que a empresa tem de ter uma postura de total transparência e esclarecimento neste processo.


“Em primeiro lugar, e como é público, o Governo dos Açores tem acompanhado, desde a primeira hora, este assunto, no sentido de esclarecer, também, os trabalhadores daqueles que são os contornos deste investimento, do projeto que está em análise e todas as matérias que relevam para esta situação”, afirmou Vasco Cordeiro.


Em declarações aos jornalistas, o Presidente do Governo salientou que este esforço não compete apenas ao Executivo açoriano, considerando que “seria muito mau sinal se não houvesse da parte dos responsáveis desta empresa uma postura de total transparência e esclarecimento sobre esta matéria, porque há assuntos que é à empresa que compete esclarecer”.


“Não se perdia nada se houvesse um reforço, por parte desta empresa, da postura de informação e de esclarecimento quanto a esta matéria”, disse.


Vasco Cordeiro salientou que o Governo dos Açores tem, desde logo, a preocupação com o rendimento dos trabalhadores que foram afetados pela decisão da conserveira, empresa que não fechou portas, uma vez que interrompeu o seu funcionamento para a construção de uma nova fábrica na ilha e que, uma vez construída, voltará a contratar trabalhadores.


“Compreendo que isso não diminua a ansiedade de quem se vê nesta situação, mas, nesta prioridade de acautelar rendimento, os trabalhadores terão direito à sua indemnização e ao apoio do fundo de desemprego. Esta situação está, no fundo, a ser tratada e acautelada”, assegurou Vasco Cordeiro.


De acordo com o Presidente do Governo, a esta questão do rendimento dos trabalhadores, acresce a concretização do investimento, assumindo prioridade a análise do projeto o mais rapidamente possível, para que arranquem as obras, passando-se à fase de contratar novamente trabalhadores na ilha do Pico.


Salvo motivos de força maior, seria incompreensível que a contratação de mão-de-obra para a nova fábrica não se iniciasse pelo grupo de funcionários que foi agora alvo desta decisão da empresa, afirmou Vasco Cordeiro. [GaCS]

2018-01-12 16:06:07, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados