Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Trabalhadores da COFACO “estarão sempre na primeira linha de defesa do PS”


Vasco Cordeiro anuncia que casas vagas nas Lajes estão disponíveis para projetos que dinamizem economia da Terceira


Ministro garante ao PS que não há abandono das Lajes


Para Serrão Santos "regionalização das medidas técnicas da pesca é passo importante".


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"2018 - A oportunidade de cada um se realizar"
2018-01-13
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Sensibilização em vez de imposição"
2018-01-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Política Externa Portuguesa"
2018-01-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Greve. A palavra de arranque de 2018"
2018-01-03
Lara Martinho Lara Martinho
"Adeus 2017, Bem-Vindo 2018"
2017-12-27
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um ensaio para todos os anos"
2017-12-27
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Sentidos Únicos"
2017-12-22
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
PS responsabiliza Câmara de Ponta Delgada pela falta...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
GPPS promove iniciativa parlamentar para assegurar d...

​​​A hipocrisia do PSD sobre a pobreza em São Miguel não tem limites

PS Açores - ​​​A hipocrisia do PSD sobre a pobreza em São Miguel não tem limites

O Partido Socialista de São Miguel rejeita liminarmente a leitura tendenciosa, superficial e descontextualizada com que a CPI do PSD se pronunciou, ontem, sobre os dados relativos à pobreza na Ilha de São Miguel.

Ao contrário de outros, em tempos bem recentes, o combate à pobreza foi, desde sempre, uma prioridade assumida pelos Governos Regionais do PS.

A resolução dos problemas relacionados com a pobreza nos Açores tem merecido uma abordagem estrutural, rigorosa e transparente, e, ao contrário do que afirma o PSD, registaram e registam um assinalável sucesso ao longo das governações do PS nos Açores.

O PSD revela uma hipocrisia sem limites ao esquecer, propositadamente, que o percurso de melhoria dos indicadores relacionados com a pobreza nos Açores sofreu um enorme retrocesso por via da verdadeira calamidade social que representou o governo da República de Passos Coelho, um executivo que mereceu o apoio entusiástico e incondicional dos mesmos que agora injustamente acusam o Governo Regional de falhar.

Se dúvidas houvesse desse apoio laudatório, a essa estratégia de empobrecimento generalizado do país e de ataque aos desfavorecidos, basta verificar a efusividade fanática com que o líder do PSD/Açores, no âmbito das eleições internas nacionais do PSD, teima em preservar e elogiar o legado de Pedro Passos Coelho na gestão do país e na relação com as autonomias regionais.

Mesmo perante uma governação nacional que cortou “às cegas” os apoios e os rendimentos sociais aos quem mais deles necessitavam, ao mesmo tempo que agravou todo o tipo de impostos, nos Açores os Governos do PS mantiveram a capacidade de tomar medidas em contra ciclo que atenuaram os efeitos mais agressivos das políticas absolutamente insensíveis da governação do PSD e de Passos Coelho. Só é pena que nessa mesma altura as autarquias de Ponta Delgada e da Ribeira Grande, onde persistem os casos mais acentuados de pobreza, não tenham tido a capacidade de, também elas, desenvolverem medidas relevantes de ajuda aos mais necessitados.

A verdade é que, infelizmente, o PS não tem nada a aprender com o PSD no que diz respeito à luta contra a pobreza.

A luta contra o flagelo da pobreza não tem uma solução fácil ou rápida. É um empreendimento que implica um esforço por décadas e que exige uma abordagem em rede, articulando várias vertentes como a educação, a formação, a habitação, a saúde e o emprego, entre outras, visando a plena autonomias dos indivíduos e das famílias.

É esse trabalho difícil e exigente que o PS se orgulha de ter realizado nos últimos anos nos Açores. E é esse caminho que será prosseguido e melhorado, fruto da aprendizagem e das experiências técnicas no terreno, através da implementação da Estratégia Regional para o Combate à Pobreza.

A Região regista um novo ciclo vigoroso de recuperação económica e de dinamização do mercado de emprego, um processo que assenta numa clara e comprovada convergência com as médias de desenvolvimento europeias e nacional.

Estes indicadores, que atestam o sucesso da governação regional e nacional do PS, e que tanto incomodam o PSD, são mais um elemento de otimismo e de confiança num rumo que terá sempre como prioridade a luta contra a pobreza e a exclusão.

O PS nunca esquece os mais carenciados e os que mais necessitam de ajuda. O nosso património político e as nossas realizações na governação comprovam-no todos os dias.

Para o PS a luta contra a pobreza não é uma medida de caridade é um ato de justiça.

2018-01-11 14:38:08, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados