Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

“O PSD teve urgência em discutir o passado, mas não teve paciência para esperar pelo debate sobre o futuro”


Saldo orçamental dos Açores em 2016 é melhor do que o melhor do país em 42 anos


Estratégia cria condições para os Açores vencerem o desafio do combate à pobreza, afirma Vasco Cordeiro


Vasco Cordeiro transmite a Jean-Claude Juncker importância para os Açores de uma Política de Coesão forte


Artigos de Opinião

Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Quando as palavras são para o ataque e não para o combate"
2017-12-14
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"O tom e o ruído"
2017-12-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"PS aprova sozinho o orçamento"
2017-12-06
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"PAC pós 2020 (r)evolução"
2017-12-04
Lara Martinho Lara Martinho
"2 Anos de Governo, 2 anos de Mudança"
2017-12-04
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Saúde. O nosso Orçamento."
2017-12-01
José Contente José Contente
"Novo ciclo de projetos qualificantes de Ciência e Tecnologia"
2017-12-02
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
Investimento para 2018 prioriza futuro mais seguro e...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
Exigência de resultados é "requisito inalienável" no...

Oposição teima em desvalorizar “empenho, coragem e convicção” de Açorianos que ajudaram a superar a crise, afirma André Bradford

PS Açores - Oposição teima em desvalorizar “empenho, coragem e convicção” de Açorianos que ajudaram a superar a crise, afirma André Bradford

No discurso de encerramento da discussão das Propostas de Plano e de Orçamento para 2018, o presidente do Grupo Parlamentar do PS Açores, André Bradford, enalteceu o contributo dos Açorianos que, com o Governo Socialista, se empenharam para dar a volta à crise e criar um novo ciclo de desenvolvimento nos Açores, mas também deixou fortes críticas à oposição.


No fim do debate do Plano e do Orçamento para 2018 na generalidade, André Bradford não poupou críticas à oposição, que teima em desvalorizar todo o percurso feito para superar a crise: “Um trajeto de tenacidade, empenho, coragem e convicção das famílias e das empresas Açorianas, que suplantaram, com o apoio de vários Planos e de vários Orçamentos públicos, uma longa e desafiante crise económica e social”.


“Provámos, em conjunto com os Açorianos, que afinal, e ao contrário do que profetizou, com gáudio, o senhor Deputado Duarte Freitas, num dos debates do Plano e Orçamento ocorridos em plena crise, foi esta maioria e a sua governação que, trilhando caminhos com resultados, conseguiu ultrapassar o que o PSD então apelidava de “maior crise económica e social da história da Autonomia”, referiu.


André Bradford recordou, por exemplo, o que dizia a oposição, também pela voz de Duarte Freitas, sobre um setor em franca expansão: “No Turismo, as políticas são totalmente da responsabilidade do Governo Regional e, portanto, a crise do setor é culpa exclusiva do Governo Regional”. Agora, ultrapassada que está essa crise, o líder parlamentar dos socialistas questiona: “Se a culpa era exclusivamente do Governo, porque é que agora não é o Governo que tem mérito? Se estava quase tudo errado, como é que deu quase tudo certo?”


Para o presidente do Grupo Parlamentar do PS Açores “na realidade da vida de todos os dias, das nossas famílias e das nossas empresas, a recuperação da nossa economia e dos rendimentos das pessoas é um facto, é um estímulo e é uma conquista que é imperioso preservar”. E, acrescentou, “os dados são inequívocos a esse respeito, demonstrando com clareza que, em parceria com os Açorianos, fomos capazes de colocar a nossa Região no rumo certo”.


Agora, adiantou André Bradford “podemos entrar, com confiança, num novo ciclo de políticas de apoio ao desenvolvimento”. É possível, acrescentou “dirigirmos a nossa atenção para um conjunto de medidas e de ações que ajudem a potenciar e a reforçar esta evolução positiva da nossa economia, com particular enfoque no aumento do rendimento disponível das nossas famílias”. No entanto, como tem sido referido insistentemente, o PS Açores, mantém o compromisso de “empenhar o melhor de nós na procura de soluções para quem continua, infelizmente, desempregado”.


Também setores como o ambiente, as pescas e os transportes vão ser uma aposta, sem esquecer a agricultura – “fundamental na economia da Região” – que mereceu destaque na intervenção desta quarta-feira, por ser um setor que “exige uma permanente atenção no sentido da qualificação e valorização da produção e do aumento do rendimento das suas várias fileiras”.


2017-11-29 19:51:10, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados