Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

André Bradford defende que os interesses corporativos não se podem sobrepor ao bem-comum


Arranque da aquacultura offshore "abre novos horizontes" para a rentabilidade do Mar, afirma Vasco Cordeiro


Famílias e empresas são a razão de ser do Plano e Orçamento para 2018, afirma Vasco Cordeiro


Orçamento para 2018 marca início de novo ciclo de desenvolvimento nos Açores


Artigos de Opinião

Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Quando o senso comum não é comum"
2017-11-17
Lara Martinho Lara Martinho
"Açores na especialidade"
2017-11-11
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"Estratégia Europeia contra o lixo"
2017-11-10
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Parabéns, Horta!"
2017-11-10
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um paradigma novo a ser construído"
2017-11-08
Lara Martinho Lara Martinho
"PSD desiste de exigir descontaminação aos EUA"
2017-11-06
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Como, logo subsisto?"
2017-11-03
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
Voto de Congratulação pelo prémio atribuído a Carlos...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
Serrão Santos na assinatura da declaração de Belém s...

Indicadores são positivos e refletem investimento feito nas pessoas, mas ainda há trabalho a fazer

PS Açores - Indicadores são positivos e refletem investimento feito nas pessoas, mas ainda há trabalho a fazer

“Há trabalho a fazer, mas os indicadores são positivos, refletem o investimento que foi feito naquilo que é mais importante – na recuperação do emprego, na recuperação da economia e há que continuar o bom trabalho”, afirmou o deputado Carlos Silva, no debate desta quarta-feira, sobre o Relatório da Conta e do Setor Público Empresarial Regional relativo ao ano de 2015.


O deputado do Grupo Parlamentar do PS Açores recordou que 2015, ano em que “se registou uma crise mundial com repercussões nos Açores”, foi possível, ainda assim, conseguir um bom desempenho: “Verificamos que foi um ano de recuperação financeira, foi feito um investimento na criação de emprego, na recuperação de setores importantes da nossa economia e isso reflete-se nas nossas contas”. E a título de exemplo referiu: “Há um crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) que é evidente, o défice é inferior à média nacional, há um crescimento das receitas próprias que, praticamente, permitem cobrir a totalidades das despesas de funcionamento”. Para os que se recusam a aceitar os indicadores, Carlos Silva esclarece que “quem os define não é o Governo Regional, não é o Partido Socialista, são entidades certificadas, nacionais e internacionais, como o INE e o EUROSTAT”.


“Não estamos a dizer que está tudo perfeito. Há aqui um esforço que é preciso fazer na otimização dos recursos financeiros, num esforço constante”, reconheceu o deputado Carlos Silva, até porque, apesar “dos prejuízos que se verificam”, “há uma redução de 50%” desses prejuízos, “um Ativo superior ao Passivo, em mais de 134 milhões de euros” e “um aumento dos resultados operacionais em mais 16%”.

2017-07-13 10:59:49, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados