Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Trabalhadores da COFACO “estarão sempre na primeira linha de defesa do PS”


Vasco Cordeiro anuncia que casas vagas nas Lajes estão disponíveis para projetos que dinamizem economia da Terceira


Ministro garante ao PS que não há abandono das Lajes


Para Serrão Santos "regionalização das medidas técnicas da pesca é passo importante".


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"2018 - A oportunidade de cada um se realizar"
2018-01-13
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Sensibilização em vez de imposição"
2018-01-10
Lara Martinho Lara Martinho
"Política Externa Portuguesa"
2018-01-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Greve. A palavra de arranque de 2018"
2018-01-03
Lara Martinho Lara Martinho
"Adeus 2017, Bem-Vindo 2018"
2017-12-27
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Um ensaio para todos os anos"
2017-12-27
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Sentidos Únicos"
2017-12-22
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
Construção dos novos matadouros da Graciosa e Faial ...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
Para Serrão Santos apoios europeus em caso de catást...

Deputados do PS na República congratulam-se com o novo regime da composição, rotulagem e comercialização do leite e derivados

PS Açores - Deputados do PS na República congratulam-se com o novo regime da composição, rotulagem e comercialização do leite e derivados

Os deputados do PS eleitos pelos Açores na Assembleia da República, Carlos César, Lara Martinho e João Castro, estão satisfeitos com o novo regime da composição, rotulagem e comercialização do leite e derivados, publicado recentemente em Diário da República.

 

O regime obriga a que a origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata seja obrigatória nos rótulos a partir de 1 de julho, informando o consumidor sobre os países da ordenha e da transformação do produto.

 

“Palavra dada é palavra honrada”, reagiu João Castro, que garante tratar-se de uma “excelente notícia para o setor leiteiro dos Açores”, uma vez que o diploma especifica que o leite com origem nos arquipélagos dos Açores e Madeira, “opcionalmente”, a seguir à menção do nome do país, pode ter também o nome da região autónoma. “Há produtos que nada têm a ver com leite e disfarçam-se de leite na sua composição”, afirmou o parlamentar que já em Fevereiro tinha questionado o ministro da Agricultura sobre a importância de ser dado este passo, que faria de Portugal o segundo país com medidas neste âmbito.


Em finais de abril, quando o diploma foi aprovado pelo Conselho de Ministros, o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, salientou o duplo objetivo do novo regime: “Dar mais informação aos consumidores para poderem fazer as suas escolhas com base em informação que não mereça dúvidas de legalidade e de credibilidade e, por outro lado, garantir com isso que os produtos portugueses possam ser reconhecidos como tal em qualquer parte do mundo".


A rotulagem das fórmulas para lactentes (de substituição do leite humano, quando as mães não podem ou optam por não amamentar) não pode incluir imagens de lactentes (bebés que mamam), segundo o diploma, “nem de outras imagens ou textos suscetíveis de criar uma impressão falsamente positiva da utilização do produto, podendo conter representações gráficas que permitam a identificação fácil do produto e ilustrem o modo de preparação”.


O diploma proíbe também, nessas fórmulas de leite infantil, a utilização dos termos “adaptado”, “maternizado” ou “humanizado”, e exige no rótulo a afirmação da superioridade do aleitamento materno.

2017-06-12 20:49:10, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados