Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vasco Cordeiro destaca importância do apoio comunitário para investimentos na área dos transportes nas regiões


“Nós estamos aqui para dar a cara e para resolver os problemas”, garante José San-Bento


Crescimento do turismo deve-se à “articulação entre políticas públicas e iniciativa privada”


GPPS desafiou partidos da oposição a discutir “futuro do Turismo sem complexos, sem tabus”


Artigos de Opinião

Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Ainda de Luto"
2017-10-20
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"Equilíbrio na proteção de Áreas Marinhas"
2017-10-20
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Povo, Oposição e Posição - tripé da democracia"
2017-10-18
Lara Martinho Lara Martinho
"Sobre o Desinteresse da República para com a Ilha Terceira"
2017-10-14
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"“Sim”, o caminho para o unilateralismo"
2017-10-12
Ricardo Serrão Santos Ricardo Serrão Santos
"Complementaridade política"
2017-10-06
Lara Martinho Lara Martinho
"BALANÇO DO 2º ANO PARLAMENTAR"
2017-10-07
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"“Lucro ético”"

Sónia Nicolau
2017-06-14

 

Após ler a notícia no Correio dos Açores intitulada “Turistas deixam como sugestão que os restaurantes dos Açores devem melhorar a comida que confeccionam” e os dados publicados pelo Serviço de Estatística dos Açores (SREA) relativos ao turismo - Indicador Avançado de Turismo, Açores - veio-me à memória uma frase, ouvida há semanas, por uma empresária na área do turismo rural e intervenção paisagística: “ valorizar o lucro ético”.
Desde então não voltei a refletir sobre esta frase. A reboque da notícia do Correio dos Açores e dos dados da SREA publicados no dia 12 de junho, referem que em abril de 2017 o número de dormidas será de 157 mil visitantes. Um aumento de 31% em termos homólogos. Eis que o “lucro ético e a loja da honestidade” – esta última ficará para outra oportunidade, voltaram.
Recentrando, não haja dúvidas que o crescimento económico é fruto do investimento privado, do esforço dos empresários e dos seus trabalhadores. E nos Açores o número de empresas criadas e os resultados das já existentes têm sido de registar.
De forma sucinta a notícia do Correio dos Açores, assinada pelo jornalista João paz, a partir dos dados do Observatório de Turismo, baseado num inquérito feito em 2016, é de que a opinião dos turistas, em maior número é a necessidade de “melhorar a qualidade comida” a que junto o atendimento. A generalização não me agrada. Mas na esmagadora maioria dos locais a atenção e a cortesia no atendimento estão a um nível lastimoso. Certamente muito à conta de um maior número de turistas. Do cansaço dos trabalhadores.
Podendo concordar com as justificações naturais de um destino que de um dia para o outro se viu abraços com um aumento da população flutuante. Já passaram dois anos e o futuro manterá os Açores como destino preferencial, pela sua excelência ambiental, segurança e diversidade, porém assiste-se e é notório que os restaurantes mantêm os mesmos funcionários no atendimento e na cozinha em turnos seguidos.
Como é que estes dados e situações se ligam com a frase que durante semanas esteve em mim adormecida? A tal do “lucro ético”? Não é humanamente possível com o mesmo número de funcionários no atendimento, o mesmo número de funcionários na cozinha, turnos sobrecarregados, manter a marca da cortesia humana que marca os Açorianos.
Sou sensível às dificuldades do passado na restauração e na hotelaria. Mas olhando para os últimos dois anos é tempo de mudar. Mudar mentalidades.
Se a qualidade da “confecção da comida”, que depende exclusivamente dos privados, é por excelência um meio de exportação dos produtos dos Açores, então façamo-lo bem. Porque não começar pelo “lucro ético.

 

Mais Artigos

Dionísio Faria e Maia Ainda de Luto



Ricardo Serrão Santos Equilíbrio na proteção de Áreas Marinhas



Sónia Nicolau Povo, Oposição e Posição - tripé da democracia



Lara Martinho Sobre o Desinteresse da República para com a Ilha Terceira



Sónia Nicolau “Sim”, o caminho para o unilateralismo



Ricardo Serrão Santos Complementaridade política



Lara Martinho BALANÇO DO 2º ANO PARLAMENTAR



Mónica Rocha Que a vontade de cumprir e o prazer de servir sejam o tom e o timbre do futuro



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados