Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

Vítor Fraga quer Câmara Municipal como parceiro ativo do setor agrícola


“Emprego” e “prosperidade” para todo o concelho das Lajes do Pico são prioridades de Roberto Silva


Jorge Pereira quer uma gestão transparente e que garanta o futuro do concelho da Madalena


Vasco Cordeiro destaca tranquilidade registada na abertura do novo ano letivo


Artigos de Opinião

Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"A batuta para um outro caminho"
2017-09-20
Lara Martinho Lara Martinho
"Segurança: O Caso da Coreia e o Centro de Segurança Atlântica"
2017-09-18
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"Confiança é cumprir"
2017-09-13
Lara Martinho Lara Martinho
"Contaminação, América do Norte e Orçamento do Estado"
2017-09-09
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"Malmequer, Bem-me-quer!"
2017-09-08
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"21 anos e persistimos na transparência"
2017-09-07
Lara Martinho Lara Martinho
"DEVANEIOS DE VERÃO..."
2017-09-07
ESTÁ AQUI:Media Center»Opinião
Sónia Nicolau

Opinião

"A batuta para um outro caminho"

Sónia Nicolau
2017-09-20

 

Em agosto Portugal foi referenciado pelo jornal Guardian como “há uma alternativa à austeridade”. Hoje, o défice é o mais baixo dos últimos quarenta anos. O desemprego está a diminuir; a reposição dos direitos dos trabalhadores segue um caminho – e neste particular é interessante analisar o número de greves nos últimos anos (ficará para um próximo artigo); há mais estudantes no ensino superior; 40% dos estudantes que se inscreveram em Mestrados são estrangeiros – mais massa crítica, a globalização do conhecimento a entrar em Portugal - e os juros da dívida baixaram.
Por outro lado, há, com realismo, cativações; uma situação mal resolvida com o Banif (obrigações subordinadas); o descongelamento e reposicionamentos na função pública, captação de investimento externo, e mais descentralização para os municípios.
Mas, na escolha política, as opções permitem afirmar que vive-se melhor hoje em Portugal do que há dois anos.
Não dando importância substancial às agências de Rating, mas elas existem, e para o bem ou para o mal, fazem parte da globalização que a democracia absorveu (ou vice versa). Há dias Portugal recebeu uma boa notícia: a subida do rating, o que permitirá melhores condições de financiamento do país e uma notação de investimento.
É claro que os “aceleradores” (PSD) rapidamente vieram afincadamente referir que com eles teria sido mais depressa, os “passadistas” (CDS-PP) apressaram-se a referir que é fruto do trabalho.
De forma mais simplex possível, se por um lado os “aceleradores” nas suas opções dispensavam o aumento do salário mínimo; a reposição de salários; a valorização do emprego qualificado; o investimento no conhecimento... É caso, para com firmeza, respirar de alívio pela solução não ter passado pelos “aceleradores” ou pelos “passadistas”, sendo que estes últimos contribuíram para a alteração das condições de acesso ao rendimento social de inserção; para a alteração à Lei de Bases de Ordenamento e Gestão do Espaço Marítimo, onde o direito do povo Açoriano decidir sobre o mar foi afogado; para a alteração, brusca e inadequada, à legislação relativa ao mercado de arrendamento e o “ok” à resolução do BES sem o ler.
O que este governo demonstrou e demonstra é que existe outro caminho.
Neste outro caminho, muita embora as evidentes melhorias de condições sociais, educacionais, culturais, conhecimento e inovação, falta como em tempos li numa frase retirada de uma entrevista de André Malreaux ao jornal Le Monde,“ Il faut inventer um nouveaux Marx pour expliquer les services”( “É preciso inventar um novo Marx para explicar os serviços”).
Perante a globalização, nomeadamente, a revolução da telemática e das energias renováveis - resultante da ciência que se produz e cujo limite é desconhecido - e os serviços e interações que estas promovem, exige-se um novo olhar e agir que a ideologia radical de esquerda ou dos conservadores não cobre, nomeadamente aquelas que são as multiplicidades das situações dos tempos de hoje e muito menos dos tempos de amanhã.

 

Mais Artigos

Sónia Nicolau A batuta para um outro caminho



Lara Martinho Segurança: O Caso da Coreia e o Centro de Segurança Atlântica



Sónia Nicolau Confiança é cumprir



Lara Martinho Contaminação, América do Norte e Orçamento do Estado



Dionísio Faria e Maia Malmequer, Bem-me-quer!



Sónia Nicolau 21 anos e persistimos na transparência



Lara Martinho DEVANEIOS DE VERÃO...



Dionísio Faria e Maia Haverá esperança?



> >>

Arquivo Histórico do PS/Açores
PSA TV - Canal YouTube Ps/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados