Página Principal Presidente Presidente Honorário Partido Media Center Contatos Siga-nos!
 

Notícias PS/Açores

PS desafia PSD a criar Comissão de Inquérito em vez de quebrar regras democráticas


Empresas de distribuição apostam cada vez mais nos produtos açorianos, afirma Sérgio Ávila


Grupo Parlamentar do PS/A entrega proposta de combate ao abandono e à sobrepopulação de animais


“Sublinhemos o esforço que as famílias, as empresas e os poderes públicos despenderam para que dessemos a volta à crise”


Artigos de Opinião

Lara Martinho Lara Martinho
"NOTÍCIAS DA REPÚBLICA - Incêndios"
2017-06-25
André Bradford André Bradford
"Retoma e desafios"
2017-06-25
Dionísio Faria e Maia Dionísio Faria e Maia
"O luto de todos nós"
2017-06-22
José Ávila José Ávila
"O PSD não quer perceber"
2017-06-22
Sónia Nicolau Sónia Nicolau
"O fim da formação é parte dos Açores com futuro"
2017-06-22
Lara Martinho Lara Martinho
"Notícias da República - Promoção da Agricultura "
2017-06-20
André Bradford André Bradford
"Equipa B para efeitos mediáticos"
2017-06-20
  Homepage Homepage Homepage Homepage

« NOTÍCIA ANTERIOR
Construção dos novos matadouros da Graciosa e Faial ...

PRÓXIMA NOTÍCIA »
Para Serrão Santos apoios europeus em caso de catást...

Deputados do PS na República congratulam-se com o novo regime da composição, rotulagem e comercialização do leite e derivados

PS Açores - Deputados do PS na República congratulam-se com o novo regime da composição, rotulagem e comercialização do leite e derivados

Os deputados do PS eleitos pelos Açores na Assembleia da República, Carlos César, Lara Martinho e João Castro, estão satisfeitos com o novo regime da composição, rotulagem e comercialização do leite e derivados, publicado recentemente em Diário da República.

 

O regime obriga a que a origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata seja obrigatória nos rótulos a partir de 1 de julho, informando o consumidor sobre os países da ordenha e da transformação do produto.

 

“Palavra dada é palavra honrada”, reagiu João Castro, que garante tratar-se de uma “excelente notícia para o setor leiteiro dos Açores”, uma vez que o diploma especifica que o leite com origem nos arquipélagos dos Açores e Madeira, “opcionalmente”, a seguir à menção do nome do país, pode ter também o nome da região autónoma. “Há produtos que nada têm a ver com leite e disfarçam-se de leite na sua composição”, afirmou o parlamentar que já em Fevereiro tinha questionado o ministro da Agricultura sobre a importância de ser dado este passo, que faria de Portugal o segundo país com medidas neste âmbito.


Em finais de abril, quando o diploma foi aprovado pelo Conselho de Ministros, o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, salientou o duplo objetivo do novo regime: “Dar mais informação aos consumidores para poderem fazer as suas escolhas com base em informação que não mereça dúvidas de legalidade e de credibilidade e, por outro lado, garantir com isso que os produtos portugueses possam ser reconhecidos como tal em qualquer parte do mundo".


A rotulagem das fórmulas para lactentes (de substituição do leite humano, quando as mães não podem ou optam por não amamentar) não pode incluir imagens de lactentes (bebés que mamam), segundo o diploma, “nem de outras imagens ou textos suscetíveis de criar uma impressão falsamente positiva da utilização do produto, podendo conter representações gráficas que permitam a identificação fácil do produto e ilustrem o modo de preparação”.


O diploma proíbe também, nessas fórmulas de leite infantil, a utilização dos termos “adaptado”, “maternizado” ou “humanizado”, e exige no rótulo a afirmação da superioridade do aleitamento materno.

2017-06-12 20:49:10, por PS/Açores

 
HomeNotícias | Media Center | Agenda | OpiniãoPartido | Presidente | Grupo Parlamentar ALRAA | Deputados AR | Deputados PE | Documentos | Links | Contactos
 
Sede Regional - Bairro da Vitória - Rua Dr. Armando Narciso, nº 5 – S. José - 9500-185 Ponta Delgada
Partido Socialista Açores © Todos os Direitos Reservados